6 passos para solicitar o seguro obrigatório (DPVAT) para vítimas do trânsito

6 passos para solicitar o seguro obrigatório (DPVAT) para vítimas do trânsito

O DPVAT, seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre, o popular seguro obrigatório, assegura a proteção de todos os brasileiros no trânsito, dos motoristas, passageiros e pedestres. Ele existe desde 1974 no Brasil, mas muitas pessoas têm pouca ou nenhuma informação sobre os benefícios e os procedimentos para receber algum tipo de benefício em caso de acidentes. Confira os passos a serem seguidos para se obter o auxílio do DPVAT.

Pagamento

A data de vencimento do DPVAT coincide com o vencimento do IPVA. Proprietários de motocicletas, ônibus e micro-ônibus podem parcelar em até três vezes o pagamento do DPVAT, seguindo o calendário do IPVA de cada estado. Exceto esses casos, os proprietários de automóveis, caminhões, dentre outros veículos automotores têm que realizar a quitação numa única parcela.

Cobertura

O seguro DPVAT garante cobertura para três tipos de eventualidades no trânsito: despesas médicas e hospitalares, invalidez ou morte. O valor indenizável varia entre R$ 2.700,00, para o reembolso das despesas médicas comprovadas, e R$ 13.500,00, em caso de invalidez permanente da vítima, dependendo do grau, e de morte de cada pessoa envolvida num acidente.

Prazo

A partir da data do acidente, o prazo para realizar a solicitação das indenizações é de no máximo três anos. Em caso de morte e despesas médicas e/ou hospitalares, este período passa a valer a partir da data do acidente. Já no caso de invalidez permanente da vítima, o prazo é contado a partir do momento que ela está ciente que viverá com essa condição.

Como requerer

Caso o cidadão tenha condições, ele pode reivindicar as indenizações previstas para o DPVAT ao apresentar os documentos referentes ao dano sofrido, boletins de ocorrência, recibos de despesas clínicas, entre outros. Existem mais de 8.000 pontos de atendimento do DPVAT em todo Brasil, de agências dos correios até seguradoras credenciadas. A indenização é liberada em até 30 dias, quando o pedido é aprovado.

Inadimplência

Pagar o DPVAT é essencial para que a documentação anual do veículo fique em ordem. Em caso de não pagamento da taxa, o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), liberado por meio do pagamento da taxa de licenciamento, não é emitido. O licenciamento é o único documento obrigatório do carro e todo condutor precisa estar com o registro do veículo do ano corrente a partir do princípio do segundo semestre. Na ausência do CRLV, o proprietário pode perder sete pontos na habilitação e ter o veículo apreendido.

Beneficiários

Apesar de valer para todos os cidadãos, vale lembrar que o DPVAT é um seguro que cobre apenas as pessoas que foram vítimas e sofreram algum tipo de dano decorrente de acidente de trânsito. O seguro não cobre os danos nos veículos envolvidos. Em caso de acidente, cada pessoa envolvida tem direito a buscar uma indenização ou reembolso de despesas. Por isso, os proprietários de veículos devem manter sua documentação em dia, para que terceiros não sejam prejudicados em caso de acidentes.

Fique atento e ande sempre com a documentação do seu veículo em ordem! Leia mais em nosso blog!

IPVA atrasado
Posts relacionados
Valor do IPVA

Valor do IPVA

Você sabe como fazer o cálculo do seu IPVA? Aqui você vai aprender tudo sobre o valor do IPVA. […]

Leia mais…

Consulta IPVA

Consulta IPVA

Quer Consultar seu IPVA? Saiba mais aqui. Na DOK despachante você paga seu IPVA, licenciamento e mais em até 10x. Confira! […]

Leia mais…