O que é vistoria do veículo?

Por: Redator

Publicado em 09 de dezembro de 2019 | Atualizado em 06 de janeiro de 2020

vistoria

A vistoria é uma avaliação que, quando solicitada, é obrigatória para todos os veículos brasileiros. Dessa forma, todos os motoristas devem ter seus carros regularizados pelo Detran, e precisam passar por essa etapa.  Os principais objetivos da vistoria são, de acordo com o Detran:

  • Observar a autenticidade da identificação do veículo e da documentação;
  • Analisar a legitimidade da propriedade do veículo;
  • Observar a presença dos equipamentos obrigatórios dos veículos e suas condições de funcionamento;
  • Analisar a autorização, a regularização e o registro no prontuário no órgão de trânsito quando houver modificações das características originais do veículo e de seus agregados.

Sendo assim, a vistoria é necessária em casos como:

  • Quando ocorre a transferência de propriedade do veículo

A transferência de propriedade do veículo é o processo que garante o registro da mudança do proprietário de um veículo, como nos casos de compra e venda. O registro da mudança deve ser feito até 30 dias depois do negócio.

A transferência é feita por meio do Detran, e antes de ela ser feita, é preciso saber se não há nenhuma pendência relacionada ao carro em aberto. Para descobrir se há alguma multa, acesse o site do DOK e insira número da placa ou Renavam e e-mail.

Caso não existam débitos, deve haver uma atualização dos dados do proprietário e veículo e o pagamento de uma taxa. Depois, é preciso agendar uma vistoria — sobre a qual você vê mais adiante — e solicitar os novos CRV (Certificado de Registro de Veículo) e CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo).

A vistoria de transferência deve ser feita para verificar se os veículos não passaram por nenhuma alteração e continuam seguindo as especificações do fabricante.

Como solicitar a vistoria do automóvel

Em algumas cidades, é necessário agendar a vistoria na unidade do Detran mais próxima. Em outras, é feita por ordem de chegada. Tanto a vistoria simples como a domiciliar podem ser feitas em unidades do Detran ou locais especializados. A vistoria lacrada é feita apenas nas unidade do Detran.

No dia da vistoria, o motorista precisa ter em mãos:

IPVA atrasado? Parcele em até 12 vezes com 6 cartões diferentes.
  • Documento oficial com foto e CPF
  • Documento oficial com foto da pessoa física ou jurídica, originais ou cópias autenticadas (quando solicitado por procurador)
  • Documento oficial com foto do procurador (quando solicitado)
  • Procuração conforme normas do Detran-PR (quando solicitado)

O que precisa ser feito antes da vistoria

Antes da vistoria é preciso apresentar o CRLV. Além disso, todos os impostos e multas referentes ao carro devem estar pagas. O motorista também precisa levar documentos como RG, CPF e comprovante de residência.

Ademais, o motorista deve pagar uma taxa de vistoria e preencher o formulário do Renavam (Registro Nacional de Veículos) disponível no site do Detran de seu estado.

Se o motorista não puder fazer isso por conta própria, pode contratar um despachante. O DOK Despachante oferece todas as facilidades possíveis para que você não precise se preocupar com as burocracias. Confira os serviços no site.

Itens obrigatórios na vistoria

Para que você saiba quais são os itens que são avaliados durante a vistoria, trazemos uma lista abaixo:

  • Buzina;
  • espelhos retrovisores da parte interna e externa;
  • faróis dianteiros da cor branca e amarela;
  • faroletes;
  • lavador de para-brisa;
  • ativar lanterna de marcha a ré;
  • ativar lanternas traseiras de cor vermelha;
  • ativar lanternas que apontam a direção;
  • ativar lanterna que ilumina a placa;
  • para-choques dianteiros e traseiros;
  • velocímetro.

Além disso, os pneus devem estar em perfeito estado, pois isso está relacionado com a segurança do veículo. Também é preciso constar com os dispositivos de sinalização utilizados durante uma parada do carro na estrada. Os cintos de segurança e equipamentos utilizados para a troca de pneus também entram na lista.

O que reprova na vistoria do veículo

São muitos os itens que levam à reprovação do veículo na vistoria, assim, antes de deixar o veículo é preciso que o motorista verifique se tudo está dentro dos conformes.

Entre os itens que reprovam na vistoria estão:

  • Problemas com a suspensão do veículo e veículos blindados que apresentem desgaste;
  • De acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), as películas refletivas em vidros não são permitidas;
  • Número de chassi e motor apagados são passíveis de reprovação. Assim, não deve haver rasuras ou adulteração neles;
  • Gravações nos vidros e etiquetas de identificação, quando irregulares, levam à reprovação.

O que fazer quando reprova na vistoria

Mesmo que o motorista tome todos os cuidados, o Detran sempre pode encontrar um detalhe fora do lugar. Quando o veículo não passa na vistoria, o motorista deve agendar uma nova análise junto ao Detran. Esta é a nova chance de o motorista deixar o veículo em dia, por isso, é fundamental que ele passe.

No entanto, muitos motoristas acabam não fazendo as alterações e, quando o problema persiste, o motorista é reprovado e tem um prazo de 30 dias para regularizar seu automóvel.

Caso os itens obrigatórios não estejam no carro, devem ser adicionados, além de fazer outras modificações requeridas pelo Detran.

Como prevenir uma reprovação na vistoria

A única forma de não ser reprovado na vistoria do Detran é manter o veículo em dia. A vistoria é feita justamente para manter a segurança de quem dirige e também dos que circulam na mesma via, a fim de evitar acidentes. Dessa forma, é uma obrigação sua manter o veículo em perfeitas condições.

Todo veículo deve passar por uma vistoria quando solicitada e este processo é muito importante para manter a segurança no trânsito.

IPVA atrasado

Se esse artigo ajudou você a entender tudo sobre vistoria do veículo, compartilhe!


Posts relacionados
renach
O que é Renach?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é Renach e qual a sua relação com os principais órgãos de trânsito […]

Leia mais…