Puxar documento de moto: saiba como consultar seus débitos

Por: Julia Veroneze

Publicado em 06 de abril de 2022 | Atualizado em 06 de abril de 2022

puxar documento de moto DOK Despachante

Olá, Condutor. Você já sabe como puxar o documento de moto e qual a importância desse procedimento?

Se ainda não souber, pode ficar tranquilo, pois explicaremos todos os detalhes neste artigo. Portanto, leia até o fim e fique por dentro do assunto!

O que é puxar documento de moto?

Quando dizemos “puxar documento de moto”, na verdade, estamos falando sobre consultar débitos veiculares e possíveis restrições. Essa verificação é muito importante para saber se a motocicleta está regularizada antes de comprá-la.

Além disso, ao puxar o documento, você também consegue ver se o licenciamento, IPVA, seguro DPVAT e possíveis multas de sua moto estão em dia. Assim, se a notificação de autuação não chegar em seu endereço, será possível identificá-la para pagar dentro do prazo.

Ao puxar o documento da moto e identificar as pendências, você evita o pagamento de juros e outros possíveis problemas, incluindo a apreensão do veículo se o licenciamento estiver vencido ou a inscrição na dívida ativa por IPVA atrasado.

Como puxar documento de moto?

É possível puxar o documento da moto no site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de seu estado, no portal do Senatran (antigo Denatran) ou em um despachante online credenciado ao órgão. Por meio da última opção, há como fazer a verificação apenas pela placa do veículo.

Foto de um rapaz segurando um documento DOK Despachante

Consulte grátis

seu licenciamento
e pague até 12x

Já para fazer o procedimento no site das entidades, você precisa informar o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) da motocicleta desejada, o qual pode ser encontrado no canto superior esquerdo do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV).

Puxar documento pela placa

A princípio, não há como puxar o documento da moto pela placa no portal do Detran, pois também são exigidos outros dados. Entretanto, isso é possível em despachantes online, como o DOK, onde você pode consultar a situação do veículo dentro de poucos minutos, basta seguir o tutorial abaixo:

  • Acesse o site do DOK Despachante;
  • No formulário de consulta disponível no topo da página, informe a placa da moto e um e-mail válido. Em seguida, clique em “Consulte Grátis”;
  • Por fim, todos os possíveis débitos da moto serão mostrados e você poderá pagá-los em até 12 vezes no cartão de crédito. Há também como regularizar as taxas à vista via PIX ou por meio de boleto bancário.

Puxar documentação pelo Renavam

Para puxar a documentação da moto pelo Renavam, você terá que estar com o CRLV (documento do veículo) em mãos, seja em versão física ou digital.

Vale ressaltar que, em ambas as versões, o registro nacional contém 11 dígitos e está disponível no canto superior esquerdo do certificado.

Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo em meio eletrônico (CRLV-e) DOK Despachante

Site para puxar documento

Para fazer a consulta dos débitos veiculares de sua motocicleta ou de terceiros, você poderá acessar o portal do Senatran, site do Detran do estado de registro do veículo ou procurar um despachante online credenciado ao órgão, como o DOK.

Clique nos links abaixo para puxar o documento da moto nos sites mencionados:

Detran: puxar documentação

Para puxar o documento pelo Detran, você terá que acessar o portal do órgão referente ao estado em que a moto está registrada. Como cada instituição apresenta um endereço de site semelhante, basta digitar “www.detran.SEUESTADO.gov.br” na barra de endereços de seu navegador.

No entanto, é preciso trocar “SEUESTADO” pela sigla do estado desejado. Com isso, se a motocicleta for em São Paulo, o site do Detran responsável será o seguinte: www.detran.sp.com.br.

Após de acessar o site do Detran São Paulo, siga o tutorial abaixo para puxar a documentação da moto:

  • Na página inicial do órgão, procure por “Veículos”;
  • Em seguida, faça o cadastro ou login no site do Detran-SP e selecione a opção “Seu veículo”. Caso não queira se cadastrar, clique em “Veículo terceiros”;
  • Feito isso, selecione o link “Débitos, restrições e vistorias”. Em seguida, informe a placa e o Renavam do automóvel desejado e clique em “Avançar”;
  • Por fim, a situação completa da motocicleta será mostrada na tela seguinte.

Como puxar documento pelo celular

A maioria dos órgãos possui o próprio app, o qual pode ser encontrado na loja de aplicativos de seu smartphone ou de qualquer outro dispositivo móvel. Para facilitar, explicaremos como usar o aplicativo do Detran-SP. Confira:

  • Na loja de aplicativos de seu celular, busque por “Detran.SP” e instale o app;
  • Depois de baixar o aplicativo, faça o login com o mesmo cadastro feito no portal do órgão;
  • Em seguida, procure pela opção “Meus veículos”. Feito isso, clique em “Novo”, informe a placa e o Renavam da moto e aperte o botão “Salvar”;
  • Por fim, todos os possíveis débitos, multas e restrições serão mostrados. Para quitá-los, você poderá recorrer aos bancos conveniados ao Detran ou procurar formas facilitadas de pagamento em despachantes credenciados.

Aplicativo para puxar documentação

Conforme mencionado no trecho anterior, o Detran de cada estado tem o próprio aplicativo. Dessa forma, os procedimentos para puxar o documento da moto podem ser diferentes na plataforma disponibilizada por cada órgão.

Em geral, os aplicativos apresentam botões com os seguintes nomes: “consulta de débitos veiculares”, “consulta consolidada” ou “extrato de veículo”. Portanto, você deverá selecionar uma das opções citadas para puxar a documentação da motocicleta.

No caso de São Paulo, será exigido o Renavam e a placa do automóvel. Porém, o aplicativo do Detran de outros estados também pode solicitar o número da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o chassi da moto. Por isso, é importante ter a habilitação e o CRLV em mãos.

Consultar documento no aplicativo do DOK Despachante

Para facilitar o processo de consulta de débitos veiculares e restrições, o aplicativo do DOK Despachante permite puxar o documento de moto apenas pela placa. Saiba como:

  • Vá até a loja de aplicativos de seu celular, procure pelo aplicativo “DOK Despachante” e faça a instalação;
  • Feito isso, abra o aplicativo, informe um e-mail válido e senha para fazer o cadastro;
  • Depois de se cadastrar, clique em “Consulte”, digite a placa da moto no campo em branco e selecione o botão “Consultar”;
  • Por fim, todos os possíveis débitos da motocicleta aparecerão.
tutorial sobre como puxar documento de moto pela placa com o DOK Despachante

Saiba mais sobre licenciamento

Caso você tenha outras dúvidas sobre licenciamento, nós publicamos outros artigos que podem te ajudar. Confira:


Fazer documento de moto: tudo sobre como documentar seu veículo

Para documentar sua moto, é necessário procurar o Detran. Segundo o artigo 233 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o procedimento deve ser feito em até 30 dias depois da emissão da nota fiscal. Caso contrário, o proprietário será multado em R$ 130,16 e terá quatro pontos adicionados à CNH.

Como fazer documento de moto zero km

Se você acabou de adquirir uma moto zero-quilômetro, é preciso estar atento para não perder o prazo obrigatório de registro na base do Detran. Por isso, é aconselhável procurar o órgão assim que estiver com a nota fiscal da motocicleta.

Na maioria dos estados, serão exigidas as seguintes documentações para registrar a motocicleta:

  • Cópias das notas fiscais (do fabricante e de revenda);
  • Decalque do chassi original;
  • Documento de identidade ou semelhante;
  • Comprovante de endereço.

Em alguns estados, o procedimento pode ser iniciado pela internet. Porém, é preciso ir até um posto de atendimento do Detran para atribuir os dígitos da placa, gerar o formulário e obter o valor do IPVA e do seguro DPVAT.

Em seguida, a entidade irá analisar os documentos itens para expedir o Certificado de Registro do Veículo (CRV). A partir disso, será possível emplacar a moto e gerar o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo em meio eletrônico (CRLV-e). Dessa forma, você poderá puxar o documento da moto a qualquer momento.

Documento de motocicleta valor

Para gerar o CRV, será preciso pagar o valor do primeiro registro do veículo. Além disso, é necessário quitar o IPVA, o seguro DPVAT e a taxa referente ao emplacamento da motocicleta. No entanto, vale lembrar que o DPVAT não foi cobrado em 2021 e 2022.

No mais, a moto terá que passar por vistoria em uma empresa credenciada ao órgão para comprovar a legitimidade e segurança do veículo. Todos os passos citados devem ser feitos em até 30 dias após a compra.

Assim como as demais taxas, o valor para emissão do primeiro documento do automóvel varia de acordo com cada estado. Por isso, não há um preço único válido para todo o país.

No estado de São Paulo, por exemplo, o primeiro registro veículo custa R$ 391,03. Já no Paraná, o valor do serviço é de R$ 133,69. Sendo assim, é aconselhável acessar o Detran de seu estado para conferir o custo do procedimento.

2ª via documento de moto

A segunda via do documento da motocicleta deve ser solicitada ao Detran quando o CRV impresso em papel-moeda for perdido, furtado, roubado ou em casos de má conservação.

Antes de tudo, é preciso quitar todos os possíveis débitos do veículo para seguir com o procedimento. Depois de verificar ou regularizar a situação do automóvel, será necessário fazer a vistoria em uma empresa credenciada.

Segundo o Detran-SP, a taxa referente à emissão da segunda via do CRV é de R$ 246,17. O valor pode ser pago em nas redes bancárias conveniadas ou em uma unidade de atendimento do próprio órgão.

Depois de seguir todas as etapas citadas, o certificado eletrônico poderá ser encontrado no site do Detran-SP, no aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) ou no portal de serviços da Senatran.

Imprimir documento de moto

Atualmente, o CRV deixou de ser impresso em papel-moeda e passou a ser digital. Além disso, o CRV e o CRLV tornaram-se um só documento: o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo em meio digital (CRLV-e).

Agora, o documento do veículo pode ser impresso em casa ou em qualquer outro lugar de sua preferência. Para isso, basta acessar o site do Detran de seu estado ou o aplicativo da Carteira Digital de Trânsito para baixar o CRLV-e em PDF.

Na hora da impressão, é importante verificar se o documento será impresso em página única. No mais, também é preciso estar atento a possíveis erros que comprometam a legibilidade do QR Code, pois esse código assegura a veracidade do certificado.

Como transferir documento de moto

Para transferir o documento da motocicleta a um novo proprietário, é preciso fazer uma solicitação no Detran do estado em que o veículo está registrado e pagar a taxa referente ao serviço. Vale destacar que o procedimento pode ser diferente em cada órgão.

Em geral, o veículo a ser transferido terá que passar por vistoria e precisa estar sem restrições e com todos os débitos regularizados para que o procedimento seja realizado.

Segundo o CTB, a comunicação de venda deve ser feita em até 30 dias para que o novo dono da moto não seja prejudicado. Caso contrário, o antigo proprietário será multado em R$ 130,16 e terá quatro pontos adicionados à habilitação.

Documentos para transferência de motocicleta

O documento utilizado para a transferência de moto é a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV), que pode ser encontrada no verso do CRV em papel-moeda ou no aplicativo Carteira Digital de Trânsito.

Para fazer a transferência, será preciso preencher o verso do CRV ou imprimir a ATPV-e e também preenchê-la. Em ambos os casos, será necessário reconhecer firma em cartório por autenticidade do comprador e do vendedor da moto.

Vale destacar que a transferência só poderá ser feita após a vistoria da motocicleta. Além disso, todos os débitos da moto devem estar regularizados. Com o veículo em dia, será preciso pagar a taxa referente ao serviço e fazer a entrega dos documentos exigidos pelo Detran.

Veja, a seguir, os documentos exigidos pelo Detran do estado de São Paulo:

  • Documento de identidade original e CPF (original);
  • Comprovante de endereço (original);
  • Documento de propriedade do veículo devidamente preenchido e com firma reconhecida por autenticidade do vendedor e do comprador;
  • Laudo de vistoria da moto;
  • Comprovante de pagamento de débitos (impostos, multas ou taxas pendentes).

Parcele seus débitos em até 12 vezes e em até 6 cartões diferentes

Se depois de puxar o documento de sua moto, você tiver identificado que está com débitos em atraso, fique tranquilo, o DOK Despachante te ajuda! Com o DOK, é possível pagar online todas as taxas em até 12 vezes, utilizando seis cartões de crédito diferentes.

Se preferir, você pode dar uma entrada por boleto bancário e parcelar o restante no cartão. Há também como fazer o pagamento à vista via PIX, basta escolher qual opção é a mais viável. Para regularizar as taxas com o DOK, siga o tutorial abaixo:

  • Acesse o site do DOK Despachante;
  • No formulário de consulta disponível no topo da página, informe a placa da moto e um e-mail válido. Em seguida, clique em “Consulte Grátis”;
  • Na próxima tela, serão mostrados todos os débitos. Para quitá-los, clique em “Escolher forma de pagamento”;
  • Na página seguinte, escolha uma das opções: “Cartão”, “Boleto”, “Boleto + Cartão” ou “PIX” e clique em “Continuar para entrega”;
  • Por fim, confira se todas as informações estão corretas e clique em “Finalizar pedido”. Após concluir todos os processos, basta aguardar a aprovação do pagamento.

Além disso, com o DOK Despachante, você evitará filas e toda a burocracia relacionada ao pagamento de débitos veiculares, pois a regularização das taxas pode ser feita no conforto de sua casa, basta ter um computador ou celular com acesso à internet em mãos.

Conclusão

Como você pôde notar, puxar o documento de moto no site do Detran, no portal do Senatran ou em um despachante online credenciado é muito importante para identificar possíveis pendências relacionadas ao veículo desejado.

Assim, há como ver se há licenciamento, IPVA, seguro DPVAT e multas em atraso. Desse modo, caso a notificação de autuação não chegue em seu endereço, você poderá pagar a penalidade e evitará possíveis problemas, incluindo juros e apreensão do automóvel.

No mais, também é possível puxar o documento da moto de terceiros. Com isso, antes de comprar uma motocicleta seminova, será possível identificar se existe qualquer pendência relacionada ao veículo. Dessa forma, você pode evitar cair em uma “furada”.

Por fim, se precisar pagar as taxas de sua moto, você poderá contar com as facilidades do DOK Despachante. Assim, ao contratar a empresa, será possível parcelar os débitos em até 12 vezes, com seis cartões de crédito diferentes.

TAGS: consultar documento de moto/ consultar documento de moto pela placa/ consultar moto de terceiros



Perguntas Frequentes

Como puxar documento de moto pela internet?
Para puxar o documento de moto pela internet, você pode acessar portal do Detran de seu estado, site do Senatran ou procurar por um despachante online, como o DOK. No portal das entidades, será exigido o Renavam do veículo, além de outros possíveis dados, incluindo chassi e número da CNH. Já com o DOK, a consulta pode ser feita apenas pela placa da motocicleta.
Como puxar documento de moto pela placa?
Geralmente, o Detran não oferece formas de puxar o documento de moto pela placa, visto que também é exigido o Renavam do veículo em questão. No entanto, é possível fazer o procedimento com o DOK Despachante, onde você terá que informar apenas a placa da motocicleta e um e-mail válido.
Por que devo consultar o documento de moto?
Consultar o documento da moto é importante para verificar se existem débitos relacionados à moto. Com isso, você pode ver se a motocicleta que deseja comprar está regularizada. Caso o automóvel seja seu, será possível identificar possíveis pendências.
Posts relacionados