Voltar

{{ placa }} {{ renavam }}

Esse estado não parece certo
Comece com a primeira letra e escolha uma opção

Siga o passo a passo e realize sua transferência

Atualmente é possível fazer todo o processo de transferência online e você só consegue isso através do DOK Despachante.

Como fazer transferência de veículo

A transferência de veículo é um processo obrigatório a ser feito quando há mudança de proprietário ou de localidade do veículo. Neste artigo te explicamos o passo a passo de como fazer a transferência, seja ela online ou presencial, de carro comum ou carro PCD, valores, multa e mais. Leia até o final para não ter dúvidas.

Neste artigo te explicamos o passo a passo de como fazer a transferência, seja ela online ou presencial, de carro comum ou carro PCD, valores, multa e mais. Leia até o final para não ter dúvidas.

Valor de transferência de veículo

O valor da transferência de veículo pode sofrer alterações a cada ano, essas alterações são feitas pelo Detran. O valor também muda de acordo com o estado em que deseja fazer a transferência.

Por isso, é importante que antes de realizar a transferência, entre no Detran de seu estado para ter a informação correta de quando será gasto.

O valor da transferência é pago pelo comprador do veículo.

Transferência de veículo quanto custa? #DOKResponde

Dúvidas sobre a transferência de veículo? Respondemos às principais perguntas feitas em nossos canais de comunicação.

Antt DOK Despachante, ilustração de um carro com uma moeda

Valor de transferência de veículo 2020

Como mencionado anteriormente, o valor da transferência varia de ano para ano e de estado para estado. O valor também sofre alteração se o veículo já estiver licenciado ou não.

Para 2020, os valores no estado de São Paulo são:

Veículo licenciado R$ 212,60
Veículo não licenciado R$ 306,47

O valor pode sofrer alteração se houver algum débito em relação ao veículo. Faça sua consulta online e grátis com o Dok e descubra se há algum débito. Se houver, você pode regularizar suas dívidas pagando em até 12x!

Transferência de veículo SP

O primeiro passo para fazer a transferência de veículo em São Paulo é realizar a consulta de débitos. Caso tenha algum débito em aberto relacionado ao carro que deseja transferir, é necessário quitá-lo.

No DOK é possível parcelar seus débitos em até 12x em até 6 cartões de crédito diferentes. Faça sua consulta grátis e online em nosso site.

Em seguida, é necessário fazer a comunicação de venda ao Detran SP. O documento da comunicação deve ser autenticada em cartório. Fazer a comunicação é de responsabilidade do vendedor.

Para fazer a transferência é necessário:

  • Preencher o verso do CRV, autorizando a transferência;
  • Registrar em um cartório assinatura de vendedor e comprador no documento;
  • Fazer a verificação do veículo;
  • Solicitar no Detran o novo registro do veículo.

Transferência de veículo online

Transferência de veículo online

Com a publicação da Resolução nº 712 de outubro de 2017, ficou possível realizar a transferência de um veículo de forma online.

Com a Resolução, ficou constituído o Certificado Eletrônico de Registro de Veículo (CRVe) e a Autorização Eletrônica para Transferência de Propriedade de Veículo – (ATPVe), documentos necessários para a transferência.

O pedido de transferência online deve ser feito diretamente no site do Detran.

Antt DOK Despachante, ilustração de uma tela de computador

Documentos para transferência de veículo

Para fazer a transferência de veículo, é necessário apresentar uma série de documentos. Esses documentos podem variar de acordo com o Detran de cada estado. Mas, os documentos básicos pedidos são estes da lista abaixo:

  • Cópia e original da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou de outro documento de identificação com foto;
  • Cópia do comprovante de endereço dos últimos três meses em nome do comprador ou de parente de 1º grau;
  • Original do CRV do proprietário anterior, preenchido em nome do comprador (com firma reconhecida em cartório, tanto do vendedor quanto do comprador);
  • Comprovante de pagamento da taxa de emissão do novo CRV;
  • Comprovante de quitação de eventuais débitos, como IPVA, licenciamento e multas;
  • Número de chassi do veículo decalcado, com 2 cópias tiradas em etiquetas localizadas atrás do formulário do RENAVAM;
  • Formulário RENAVAM preenchido em duas (2) vias.

Deseja transferir seu veículo, mas não sabe se o IPVA está em dia? Aqui no DOK você pode fazer a consulta online gratuitamente. Se o IPVA estiver em aberto ou atrasado, você pode fazer o pagamento em até 12x!

Novidade: Conheça o ATPV-e

ATPV-e é a sigla de Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo Digital, ou seja, é o novo Certificado de Registro do Veículo (CRV, também conhecido como DUT).

Este documento encontrava-se no verso do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), quando este ainda era emitido em sua versão física, no papel-moeda verde. Com a mudança do CRLV para o modo digital, os outros documentos também sofreram essa mudança.

A ATPV-e é emitida quando há uma transferência de propriedade do veículo, ou seja, quando um automóvel é vendido.

O que é e como funciona em 2021?

Diferente do CRV que ficava na posse do proprietário do veículo desde sua compra, a ATPV-e só é emitida quando existe a situação de compra e venda de um automóvel. Essa medida serve como uma forma de segurança para não perder ou danificar o documento.

Ao comprar, ou vender, um veículo é necessário preencher a ATPV-e com dados do vendedor e do comprador, além de autenticar em cartório, para comprovar que ambas as partes estão de acordo com a transferência.

Esse novo método vale para todos os veículos registrados em 2021, veículos registrados antes disso e que possuem o CRV físico não precisam se preocupar, este ainda está valendo!

Qual a diferença entre ATPV-e e DUT?

A ATPV-e e o DUT são o mesmo documento. Documento Único de Transferência (DUT) era o nome usado para o documento de transferência de veículo até 1985, quando o nome mudou para Certificado de Registro do Veículo (CRV).

Algumas pessoas chamam o CRV de DUT até hoje, porém, com a criação dos documentos digitais, o nome foi mais uma vez alterado, passando a ser Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV).

A diferença é apenas que um representa o documento físico e o outro o digital.

Procuração para transferência de veículo

Uma das exigências na hora de fazer a transferência é a comunicação de venda ao Detran. Uma das opções dessa comunicação é através da procuração.

A procuração deve ser entregue em documento original e autenticada em cartório, junto com os outros documentos necessários para realizar a transferência.

A data de emissão deste documento não pode ultrapassar 3 meses da data de solicitação. Você pode conferir o modelo de procuração do Detran de São Paulo clicando aqui.

Antt DOK Despachante, ilustração de carro com um documento

Vistoria para transferência de veículo

Vistoria para transferência de veículo

A vistoria veicular é essencial para o processo de transferência, pois quando realizada uma transferência veicular, é preciso a emissão de um novo CRV. Sem o laudo de vistoria é impossível a emissão desse documento.

Esse procedimento, além de obrigatório para a transferência, também serve como uma fonte de segurança para o condutor e seus passageiros. Também dá mais segurança ao comprador, que assim fica ciente de que o veículo está regularizado.

Alguns dos itens que são vistoriados estão:

  • Motor;
  • Chassi;
  • Vidros;
  • Freios;
  • Placas;
  • Pneus;
  • Sistema Elétrico;
  • CRV e CRLV.

A vistoria é feita através de empresas credenciadas de vistoria.

Antt DOK Despachante, ilustração de um carro com um sinal de certo

Cartório para transferência de veículo

O cartório tem um papel importante na hora da transferência de veículo, pois é nele que deve ser feita a autenticação do documento de comunicação de venda.

Sem a comunicação de venda, é impossível fazer a transferência de forma regularizada e correta. A transferência feita de forma indevida pode acarretar multa.

O prazo para ter este documento em ordem é de até 30 dias após a data da venda do veículo.

Antt DOK Despachante, ilustração de prédios

Transferência de veículo
para outro estado

O processo de transferência de um estado para outro é basicamente igual a transferência para o mesmo estado. Algumas pequenas alterações são exigidas de acordo com o Detran de cada estado.

Aconselhamos verificar o Detran do estado em que você está e o de onde o veículo será transferido para saber exatamente como funciona o procedimento.

Os documentos básicos para a transferência de um estado para outro são:

  • CRLV;
  • CRV original;
  • Comprovante de pagamento de débitos, se existirem;
  • Comprovante de residência e CNH.

Outra diferença da transferência de um estado para outro é a necessidade de um novo emplacamento no veículo. Esse serviço é cobrado à parte, custando entre R$ 150,00 a R$ 200,00.

Antt DOK Despachante, ilustração de um carro com localização

Transferência de veículo PCD

Transferência de veículo PCD

É possível realizar a transferência de um veículo PCD, porém esse processo tem algumas regras diferentes de uma transferência comum.

Um veículo PCD é inseto de alguns impostos, sendo eles IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), IPI (Imposto sobre os Produtos Industrializados) e ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Por ser inseto a esses impostos, o valor do veículo diminui consideravelmente e muitas pessoas aproveitavam para lucrar em cima disso. Por exemplo, o comprador pagou R$ 45 mil em um carro PCD que com o imposto poderia valer R$ 65 mil, passou um ano e o vendeu por R$ 55 mil.

Para evitar esse tipo de situação, existe um prazo em que o proprietário de um carro PCD precisa seguir para só então trocar de veículo. Até 2018 esse prazo era de 2 anos. Agora, o prazo é de 4 anos.

Após os 4 anos, o proprietário pode trocar de veículo e, se quiser, vender seu automóvel para uma pessoa que não tem direito a isenção dos impostos.

Antt DOK Despachante, ilustração de um arquivo pcd

Transferência para veículo com Gravame

Gravame é o registro que comprova que o carro está financiado. Assim que o veículo for quitado, você obrigatoriamente deverá fazer a transferência para que não conste nenhuma restrição em seu documento. Mas não perca tempo em processos burocráticos como esse, isso tudo o DOK faz para você.

Transferência de veículo na quarentena

Durante a pandemia ainda é possível comprar carro, porém o veículo pode não ficar no nome do novo proprietário.

De acordo com a Deliberação nº 185/2020, a transferência de proprietário foi interrompida por tempo indeterminado para veículos comprados a partir do dia 19 de fevereiro de 2020.

Assim sendo, o comprador que não fizer a transferência no prazo de 30 dias não será autuado. Antes da Deliberação, o comprador que não fizesse a transferência em até 30 dias era multado.

A comunicação de venda continua sendo obrigatória. Ela deve ser feita pelo antigo proprietário para o Detran, como visto no art. 134 do CTB. Caso a comunicação não seja feita, o antigo proprietário fica responsável por todos os atos feitos com o veículo.

Antt DOK Despachante, ilustração de um carro com gravame

Transferência de financiamento de veículo

Transferência de financiamento de veículo

É possível fazer a transferência de financiamento de um veículo. Porém, o processo é um pouco mais burocrático que uma transferência normal pois não depende só do vendedor e do comprador.

Na hora de fazer a transferência, a instituição financeira responsável pelo financiamento deve aprovar o histórico do comprador. Se o comprador tiver um histórico de dívidas, por exemplo, a instituição pode não aceitá-lo.

A forma de parcelamento acordada com o vendedor pode não permanecer igual para o comprador. Essa situação também vai depender da instituição financeira responsável.

O importante é nunca transferir seu veículo sem todas as partes estarem acordadas. Se a instituição financeira não aprovar o comprador, não venda o automóvel para ele, procure outra pessoa interessada e evite dores de cabeça.

Antt DOK Despachante, ilustração de um carro bloqueado

Multa de transferência de veículo

Em caso de transferência, tanto de proprietário quanto de localidade, o proprietário do veículo tem um prazo de 30 dias para fazer a comunicação sobre a transferência.

Se esse prazo não for respeitado, o proprietário será autuado com uma multa grave, no valor de R$ 195,23, além de ter o seu veículo retido até a regularização de toda a documentação, como aponta o art. 233 do CTB.

Essa obrigação se dá devido ao art. 123 do CTB, que exige um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) a cada alteração que ocorrer no automóvel. Seja essa alteração nas características do veículo, mudança de categoria ou transferência.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, os proprietários que adquiriram veículos a partir de 19 de fevereiro de 2020 não podem ser autuados pela falta de transferência.

Essa decisão é válida por tempo indeterminado e é de responsabilidade da Deliberação CONTRAN nº 185/2020, que pode ser lida na íntegra aqui.

Antt DOK Despachante, ilustração de um papel com uma caneta

Procurando outras informações?

Licenciamento

Saiba mais

Primeiro Emplacamento

Saiba mais

IPVA

Saiba mais
Transferência: regularize seu veículo

Perguntas

Aqui estão as respostas para algumas dúvidas frequentes.

Tire todas as dúvidas

Transferência Veicular

A transferência de veículo é um processo obrigatório a ser feito quando há mudança de proprietário ou de localidade do veículo.

Valor Transferência de Veículo

O valor da transferência sofre alteração todo ano. O valor também muda de um estado para outro. Em São Paulo, no ano de 2020, o valor é de R$ 212,60 para veículos com licenciamento em dia e R$ 306,47 para veículos sem ter feito o licenciamento.

Prazo para Transferência de Veículo

O proprietário do veículo tem um prazo de 30 dias para fazer a comunicação. Se esse prazo não for respeitado, o proprietário será autuado com uma multa grave, no valor de R$ 195,23.

Cartório Transferência de Veículo

É necessário fazer a autenticação em cartório do documento de comunicação de venda. Esse documento é essencial para a transferência de veículo.

Tire todas as dúvidas

Aguarde, consultando seu documento =)