Dupla transferência de veículo

Por: Nayara Palmieri

Publicado em 03 de dezembro de 2020 | Atualizado em 03 de dezembro de 2020

dupla transferência chave de carro

Você sabe o que é dupla transferência? Já adianto que isso pode se tornar uma dor de cabeça das grandes!

É muito importante estar atento a todos os detalhes na hora de adquirir qualquer bem. Com um veículo não poderia ser diferente. Se o veículo for usado ou seminovo, esse cuidado deve ser redobrado.

Recomenda-se que ao comprar um veículo usado faça uma vistoria para saber exatamente a condição em que o automóvel está. Também é importante fiscalizar toda a documentação do carro para não ter problemas futuros.

débitos

Continue lendo esse artigo para saber tudo sobre a dupla transferência.

dupla transferência homens apertando as mãos

O que é dupla transferência?

A dupla transferência acontece quando alguém decide comprar um carro usado e o atual proprietário não tenha passado o veículo para seu nome.

Ao realizar a compra e venda de um veículo, o vendedor tem um prazo de 30 dias para fazer a comunicação de venda ao Detran e expedir um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV), como vemos no Art. 123 do Código de Trânsito Brasileiro.

Sem essa comunicação, o Detran não tem como saber que o veículo mudou de dono, sendo assim, qualquer infração cometida pelo novo proprietário será atribuída ao antigo.

De acordo com o Art. 233 do CTB, deixar de fazer a comunicação de venda também gera multa de natureza grave com medida administrativa de retenção do veículo até a regularização dos documentos.

A dupla transferência caracteriza em crime de sonegação de taxas e falsificação de documentos.

Como fazer dupla transferência?

O vendedor deve solicitar a expedição de um Certificado de Registro de Veículo (CRV) em seu nome, junto ao Detran.

Ao solicitar um novo CRV, é necessário que o veículo passe por uma vistoria. A vistoria pode ser feita pelo próprio Detran ou por uma empresa credenciada.

Após o atual dono regularizar a documentação, é a vez do comprador fazer a transferência para seu nome.

Para isso, é necessário preencher corretamente a Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV), que fica localizada na parte de trás do CRV e levar esse documento em um cartório para reconhecer firma.

Depois desse processo concluído, o comprador, com o Certificado de Registro do Veículo (CRV), deverá solicitar a expedição do novo CRV, agora em seu nome.

Depois da solicitação do novo CRV, o comprador deve repetir todo o processo que o vendedor fez, reunir toda a documentação e ir ao Detran. Só assim o veículo estará regularizado e com o documento certo.

Vale lembrar que é necessário quitar todos os débitos do veículo antes de fazer a transferência.

Documentos para dupla transferência

O atual dono do veículo, o que tem interesse em vender, deve reunir o CRV, cópia e original do RG e CPF e comprovante de endereço e levá-los ao Detran do estado de registro do veículo para poder colocar o veículo em seu nome, para só então poder realizar a venda.

O comprador deve, em seguida, apresentar o CRV assinado pelo vendedor e com firma reconhecida em cartório, cópia de original do RG e CPF, comprovante de residência, laudo de vistoria feita pelo Detran ou empresa credenciada e comprovante de pagamento das taxas referentes à transferência.

Dupla transferência valor

Como vimos, a dupla transferência não “existe” como um processo só. É necessário fazer a transferência de proprietário do veículo duas vezes, portanto o valor cobrado será duplicado.

Porém, o correto a ser feito é que a pessoa interessada em vender o veículo regularize os documentos primeiro. Sendo assim, ele ficará encarregado de uma taxa de transferência e o comprador ficará responsável pela outra taxa.

Dupla transferência valor 2020 SP

O valor de uma transferência de veículos já licenciado em São Paulo é de R$ 212,60 e os de veículos não licenciado é de R$ 306,47.

No caso da dupla transferência, os valores seriam R$ 425,20 e de R$ 612,94 respectivamente.

Como fazer dupla transferência de moto?

O processo para a dupla transferência de moto é o mesmo que para um carro.

Sendo necessário fazer duas transferências separadas diante ao Detran do estado de registro da motocicleta.

O valor também é o mesmo, R$ 212,60 para motos licenciadas e R$ 306,47 para não licenciadas.

Saiba mais sobre Transferência



Posts relacionados
como baixar o crlv digital Dok Despachante capa
Como baixar o CRLV digital

Para baixar o CRLV digital no computador e realizar a impressão em casa, o proprietário do automóvel deve acessar o […]

Leia mais…