Educação no Trânsito

Por: Gregory Packs

Publicado em 30 de junho de 2017 | Atualizado em 11 de setembro de 2020

Educação no Trânsito

A educação no trânsito tornou-se um tema que muitas instituições de ensino discutem e isso é mesmo recomendado. Para que mais pessoas possam entender mais a respeito da segurança no trânsito, existe o programa de educação..

Como funciona o programa de educação?

Nele o cidadão encontra muitos aspectos do trânsito sendo discutidos. Um dos temas do é a educação no trânsito e a forma como ela é trabalhada nas instituições municipais de São Bernardo do Campo por um educador chamado Florentino Marques.

Como atravessar?

Essa é uma das questões que o Floriano Marques traz aos estudantes: com é que se atravessa? Qual é o jeito seguro? Na verdade, existe até um projeto chamado Travessia Segura e é isso que Floriano aborda. A forma recomendada de atravessar é, certamente, na faixa. Além disso, existe um jeito de deixar essa travessia mais correta: estender o braço. Quando o motorista visualiza isso, ele sabe que aquele pedestre vai mesmo atravessar.

Velocidade: uma vilã

Mais um assunto que Floriano trata é a velocidade. É conhecido que os condutores que usam muita velocidade acabam sendo perigosos e esse perigo é para eles e para as pessoas que estão dirigindo outros automóveis, além dos pedestres.

Alguns podem questionar: mas de nada adianta tratar sobre velocidade com as crianças, já que elas não dirigem. Porém, o intuito de Floriano e de quem prepara esse programa de Educação no Trânsito é que essas crianças, depois do aprendizado, transmitam isso, reproduzindo para os seus responsáveis. Vale dizer que Floriano Marques coloca a porcentagem de 90% de acidentes que não ocorreriam se houvesse maior cuidado dos indivíduos no trânsito e isso envolve velocidade.

Farol: um conceito equivocado

Floriano Marques também fala sobre o farol e o conceito errado que os motoristas possuem dele. Na realidade, é usual que os condutores acelerem quando veem que esse farol está amarelo, com a intenção de passar por ele antes que a luz vermelha apareça. Contudo, não é para isso que a luz amarela está no farol.

Se o motorista vê a luz amarela, ele precisa ir reduzindo até que a vermelha surja. Essa “corrida” que os condutores empregam para conseguir vencer a luz amarela antes da luz vermelha pode ser a razão de acidentes: ao correr, o condutor passa a não ter a mesma capacidade de frear e, se um pedestre aparecer, o atropelamento é provável. Essa é mais uma questão que se deseja que as crianças levem para os seus responsáveis.

A ludicidade

Nesse programa de educação no trânsito, as crianças veem os assuntos de jeito cheio de ludicidade e na quadra, usando bicicletas para representar os veículos. Além disso, essa dinâmica de poder pedalar e, ao mesmo tempo, fingir ser um motorista ou então um pedestre atrai as crianças e, para elas, a educação no trânsito torna-se, além de aprendizado, uma boa diversão.

IPVA atrasado

Quer mais informações >> www.despachantedok.com.br


Posts relacionados
Primeiro emplacamento
Placas Mercosul

As placas Mercosul são o novo modelo do emplacamento de veículos no país. Embora também sejam utilizadas na Argentina, no […]

Leia mais…