Consultar débitos de veículo

Consultar débitos de veículo

Está cada vez mais frequente a transferência de veículos de um proprietário para outro ou a compra em leilões. E é principalmente por esses motivos que consultar débitos de veículo é de grande importância. Ter uma garantia de que o automóvel que está comprando não está com nenhum tipo de débito é necessário para ficar mais tranquilo e não correr riscos de sofrer com problemas futuros.

A DOK oferece diversos tipos de serviços online relacionados à documentação de veículos. Dessa maneira, você pode fazer tudo de uma forma segura e prática, sem precisar sair de casa.

Consulta de débitos Detran: como fazer

Consultar os débitos de um veículo é um procedimento muito simples e rápido. Você só precisa acessar o site do Detran do estado em que o veículo em questão está registrado. Após fazer isso, siga os seguintes passos para conseguir fazer a consulta:

  • Tenha acesso à internet;
  • Entre no site do Detran onde o veículo está registrado;
  • Acesse a opção serviços online e tenha em mãos o CPF/CNPJ e a senha. Caso não tenha o registro ainda no sistema, é só fazer um novo;
  • Depois de logado, vá até a opção “veículos” e depois em “pesquisa de débitos e restrições de veículos”;
  • Depois, digite a placa ou o número do Renavam do veículo;
  • Por fim, verifique as restrições e débitos.

Caso não consiga fazer a consulta pelo site, dirija-se a uma unidade do Detran para pedir mais informações.

Consultar débitos pela placa ou Renavam

Caso opte por consultar os débitos pela placa e não sabe ou não lembra dela, basta recorrer ao documento do veículo. A placa fica na parte inferior do documento, logo após o CPF do proprietário. Com esse dado, já será possível continuar o procedimento de pesquisa.

Já no caso do Renavam, pode-se seguir o mesmo critério. Ele também está no documento do veículo e fica na parte superior, logo após o número da VIA.

Débitos de veículos: tipos de débitos e restrições

Existem cinco tipos de débitos que um veículo pode ter, são eles: IPVA, multas, restrições (que podem ser de origem administrativa, tributária ou judicial), inspeção veicular e licenciamento. O mais comum costuma ser o não pagamento do IPVA. No entanto, é possível fazer o parcelamento IPVA. Saiba como em nosso site.

As restrições são três e significam:

  • Restrição administrativa: acontece quando o veículo foi vendido, mas não foi transferido no prazo determinado pelo antigo proprietário. Nesse caso, não é possível nem fazer o licenciamento.
  • Restrição tributária: acontece quando há restrição de transferência de um veículo, pelo fato de ele possuir benefício tributário.
  • Restrição judicial: acontece por inúmero motivos, podendo ser dívida no financiamento do veículo, dívidas relacionadas ao proprietário, entre outros. Quando acontece esse tipo de restrição, o juiz é quem decide decide o que será feito com o veículo.

Consulta débitos veículos: faça sem sair de casa

Quando se trata de veículo, quanto mais informações e tranquilidade melhor. Consultar débitos de veículo é muito fácil, prático e nem é preciso se deslocar de onde estiver. Essa ação faz com que você não tenha problemas sérios e graves dores de cabeça. Procure conhecer todos os serviços online. Podemos tirar todas as suas dúvidas sobre documentação de veículo. Conte com a DOK, o seu despachante via internet.

Comentários

Gregory Packs
Gregory Packs

Um jovem de Sorocaba, interior de São Paulo, descobriu na prática o que é estratégia multicanal – e como ela pode revolucionar o negócio de sua família. Gregory Packs tinha 3 anos de experiência no ramo de Sistemas de Informação quando percebeu que o escritório despachante da mãe enfrentava problemas. A Dok Despachante havia sido criada no início de 2006 por Beth Pontes que começou sua carreira de Despachante há 20 anos, depois de uma longa carreira em escritórios da cidade. “Quatro ou cinco anos depois começamos a concluir que, nesse mercado de despachantes, numa cidade como Sorocaba, os grandes reinam e havia poucas chances para os pequenos, mesmo com experiência”, conta Gregory. Foi quando ele decidiu empregar o que havia aprendido com a experiência digital sozinho e na faculdade.

Postagens relacionadas