4 formas de saber se o seu veículo precisa de alinhamento e balanceamento

Por: Gregory Packs

Publicado em 05 de maio de 2023 | Atualizado em 20 de dezembro de 2023

Capa do artigo alinhamento e balanceamento | DOK Despachante

Salve, Motorista! Está sentindo uma certa instabilidade no veículo? Talvez seja o momento indicado para realizar o alinhamento e o balanceamento. 

Fazer as revisões periódicas no veículo é um cuidado essencial para a sua conservação, ainda mais se tratando de um bem tão caro e necessário, não é mesmo? 

Para entender melhor a diferença entre o alinhamento e o balanceamento, e saber como identificar os sinais anormais do veículo, separamos as principais dúvidas sobre quando fazer as manutenções e evitar problemas futuros. 

O que é e para que serve o alinhamento e balanceamento?

O alinhamento e o balanceamento são manutenções comuns e periódicas, e servem para corrigir falhas relacionadas à direção desalinhada e trepidação do veículo. 

Dica para evitar problemas

Os sinais podem ser notados quando o carro tende a puxar para a direita ou esquerda com o volante parado, ou quando o veículo começa a apresentar vibrações estranhas que podem ser percebidas no volante, piso ou até nos bancos. 

A manutenção servirá para impedir a deformação de peças essenciais, que podem ocasionar problemas maiores a longo prazo, além de prevenir o desgaste irregular dos pneus. 

Realizar o alinhamento e o balanceamento de forma preventiva preserva o veículo, deixa o carro mais econômico ao reduzir necessidade de idas ao mecânico e economizar gasolina, além de tornar a viagem mais segura. 

Qual a diferença entre alinhamento e balanceamento?

O alinhamento é a manutenção do ângulo das rodas, para que fiquem niveladas em relação ao solo e paralelas entre si.

Ele impede que o motorista perca a direção, principalmente durante as curvas, e aumenta a durabilidade dos pneus. 

Já o balanceamento equilibra a variação do conjunto entre as rodas e os pneus, pois mesmo os pneus da mesma marca e fabricante, podem ter alterações de diâmetro devido à flexibilidade e instabilidade da borracha. Modelos diferentes, como a roda esportiva, também devem ser considerados na hora de balancear.

O balanceamento servirá para evitar desgaste irregular de peças e perda de regulagem em outras partes do veículo. 

Quando fazer alinhamento e balanceamento: 4 jeitos de identificar

Como vimos anteriormente, o alinhamento e o balanceamento são essenciais para a economia e segurança ao dirigir, e recomenda-se que sejam feitos de forma preventiva para melhor conservação do veículo. 

Com a boa manutenção, dificilmente o carro apresentará algum sinal de instabilidade, porém, depois de fazer viagens longas ou passar por estradas irregulares, pode acontecer de o veículo precisar de alguma correção. 

Veja a seguir quatro situações que necessitam das manutenções. 

1 – Quilometragem

Segundo a recomendação geral dos fabricantes de veículos, o motorista deve alinhar e balancear o carro sempre quando se aproximar da marca dos 10mil km rodados. 

Porém, esta não é uma regra. As manutenções podem ser feitas antes, se o motorista perceber anormalidades ou simplesmente por cautela. 

2 – Tremor

Imagine que, ao dirigir, o veículo começa a fazer barulhos estranhos, o painel do carro e o volante começam a tremer e, sempre ao acelerar, a situação piora, como se algo fosse desmontar. 

Essa situação é muito comum, principalmente em carros rebaixados, e pode ser observada depois de transitar por estradas com irregularidades e buracos que desestabilizam as rodas e a borracha dos pneus. 

Esses são sinais claros de que o veículo precisa passar pelo balanceamento, que distribuirá o peso igualmente entre as rodas para reduzir a trepidação. 

3 – Direção do veículo puxa para esquerda ou direita

Nessa situação, Motorista, ao deixar o volante em linha reta, parece que o veículo adquire vida própria e começa a mudar de direção sozinho para a esquerda ou para a direita. 

Brincadeiras à parte, o problema é sério, pois atrapalha a estabilidade na hora de realizar manobras e fazer curvas, podendo causar acidentes. É comum também perceber um desgaste diferente entre os pneus, devido ao desarranjo. 

Geralmente, as anormalidades são percebidas após bater o carro no meio-fio e também ao passar em buracos. O problema é corrigido durante o alinhamento do carro, que ajustará a suspensão e o ângulo das rodas. 

4 – Quando pneu for trocado

No momento de substituir os pneus antigos, o alinhamento do veículo se perde, e é preciso fazer o procedimento de novo para garantir a estabilidade da suspensão. 

Se estiver tudo certo com o veículo, o balanceamento não será necessário nesse caso. 

infográfico sobre os motivos de fazer alinhamento e balanceamento | DOK Despachanteq
Infográfico feito por Bruna Florentino de Almeida | DOK Despachante

Saiba mais dicas sobre veículos

Ei, Motorista! Se você chegou até aqui, achamos que também vai precisar saber disso. Confira: 


Alinhamento e balanceamento preço: quanto custa?

Os preços variam muito entre oficinas e regiões. A média geralmente fica entre R$100 e R$250 nas principais capitais do país. 

O modelo do carro também pode interferir no valor, então, vale pesquisar entre as oficinas de confiança antes de fechar o negócio. 

Alguns seguros auto também incluem as manutenções de alinhamento e balanceamento para o cliente, dependendo da apólice contratada. Consulte o seu seguro para saber se você tem direito ao serviço. 

Onde fazer alinhamento e balanceamento

São diversas oficinas mecânicas espalhadas pelas cidades brasileiras que prestam o serviço de alinhamento e balanceamento. 

É recomendável pesquisar bem antes de escolher, para não cair em golpes ou receber uma manutenção mal executada. 

Atente-se às avaliações dos clientes anteriores, procure por indicações e exija sempre a nota fiscal do serviço. 

O que acontece se eu não fizer alinhamento e balanceamento

Deixar de fazer as manutenções gera um maior desgaste do veículo, aumenta o consumo de combustível, coloca em risco a segurança do trânsito e o condutor ainda pode ser penalizado. 

No artigo 230, inciso 18 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), conduzir um veículo em mau estado de conservação que comprometa a segurança é considerado infração grave, com multa de R$195,23 e mais cinco pontos na carteira. 

Pague multas com o DOK Despachante

Motorista, não deu tempo de fazer a manutenção do carro e levou multa? 

Com o DOK, você fica mais tranquilo na hora de quitar os débitos do seu veículo. Afinal, são várias formas de pagamento e você pode parcelar em até 12x.

  • Parcele em até 12x, com até seis cartões diferentes;
  • Entrada no boleto + cartão;
  • Boleto à vista;
  • PIX à vista.

Aproveite também para regularizar o seu IPVA e licenciamento, e parcele, inclusive, os débitos em atraso. A consulta é totalmente gratuita! 

Alinhamento e balanceamento impactam no consumo de combustível?

Quando o veículo está desalinhado, o peso do carro fica mal distribuído entre as rodas. Para compensar a falha, o motor precisa fazer mais força para manter o veículo em movimento. 

O balanceamento também faz com que o pneu tenha menos atrito com o solo, assim, a movimentação do carro fica mais “leve”, exigindo menos do motor. Além disso, o veículo estável faz o condutor economizar cerca de 10% a mais em combustível. 

É preciso fazer sempre os dois serviços juntos?

Alinhamento e balanceamento nem sempre precisam ser feitos ao mesmo tempo. Geralmente, o alinhamento é feito com mais frequência, devido à má qualidade das estradas e por conta da troca de pneus. 

Lembrando que o balanceamento pode ser feito quando o carro atingir os 10mil km rodados ou quando o motorista sentir algum tremor ou barulho diferente. 

Algumas oficinas oferecem os dois serviços em pacotes, com valores que podem ser vantajosos. Observe os sinais que seu carro está demonstrando e analise com calma o momento certo para fazer as revisões. 

Como evitar balanceamento e alinhamento?

O ideal para evitar o alinhamento e o balanceamento seria fugir dos buracos nas pistas. Infelizmente, a situação das vias brasileiras não é favorável aos condutores, visto que os órgãos responsáveis não dão prioridade à manutenção das estradas. 

Além disso, carros são máquinas complexas que precisam de manutenção periódica. Mesmo em boas condições para dirigir, pode haver desregulagem com o tempo. Por isso, é recomendada a revisão periódica para prevenir qualquer problema. 

A direção defensiva também ajuda a manter o carro estável, pois pode evitar batidas e acidentes que desestabilizam o veículo. 

Conclusão

Como vimos, estar em dia com o alinhamento e o balanceamento só proporciona vantagens ao motorista, pois preserva o veículo, a segurança e o bolso. 

A manutenção deve ser feita sempre que necessária, independentemente do tempo ou da quilometragem recomendada. Assim, Motorista, você evita o desgaste em outras partes do veículo e o surgimento de novos problemas. 

Cuidar para que o veículo esteja em boas condições, também evita multas e diminui as chances de causar um acidente de trânsito. 

Motorista, este artigo foi útil pra você? Esteja sempre atualizado sobre as informações do mundo automotivo acompanhando também as nossas redes sociais: YouTube, LinkedIn, Facebook e Instagram

TAGS: alinhamento e balanceamento mais próximo/ serviço de alinhamento e balanceamento/ alinhar e balancear carro/ alinhamento de veículos. 


Perguntas frequentes sobre alinhamento e balanceamento

Qual o valor de um alinhamento e balanceamento?

O valor dos serviços varia conforme a região e as oficinas. O motorista encontrará uma média de valores entre R$100 e R$250 para cada manutenção.

De quanto em quanto tempo fazer alinhamento e balanceamento?

A recomendação dos fabricantes é que o carro seja alinhado e balanceado ao atingir 10mil km rodados, ou sempre diante de algum sinal de anormalidade, como trepidações e instabilidade do volante.

O que é alinhamento e balanceamento cambagem?

O alinhamento estabiliza o ângulo das rodas e pneus entre si e em relação ao solo. O balanceamento regulariza o diâmetro dos pneus e equilibra o peso entre as rodas. A cambagem alinha a inclinação das rodas, considerando o plano vertical.

Qual a importância do alinhamento e balanceamento?

As revisões aumentam a duração do veículo, a vida útil dos pneus e a sua estabilidade, além de evitar acidentes e multas causados pela má conservação.

Quanto tempo demora para alinhar e balancear?

O alinhamento e o balanceamento podem ser feitos a cada 10mil km rodados ou sempre que surgir algum problema relacionado à estabilidade do volante, desgaste irregular das rodas e trepidações que são percebidas no volante, painel e piso.



Posts relacionados