Siga o passo a passo e realize sua transferência

Atualmente é possível fazer todo o processo de transferência online e você só consegue isso através do DOK Despachante.

Blindagem de carros: entenda como funciona

Blindar um veículo é a forma que os condutores usam para ter mais segurança ao circular nas vias públicas.

No Brasil, a blindagem é de responsabilidade do Exército Brasileiro e da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin). Para que a blindagem seja feita, é preciso da autorização do Exército.

A maioria das pessoas acha que a blindagem é uma camada de proteção colocada na parte externa do carro, mas na realidade, a camada de proteção está dentro do carro.

Para que um carro seja blindado, é preciso desmontá-lo quase por completo. A blindagem nada mais é que a instalação de placas balísticas em diversas partes do automóvel.

É comum pensarem que só a carroceria do veículo recebe e blindagem, mas não é o que acontece. Até os pneus recebem um tipo de proteção. Continue lendo este artigo para saber mais.


Tipos de blindagem de carros

Há dois tipos de blindagem: a opaca e a transparente. A blindagem opaca é utilizada para fazer a proteção da maior parte do veículo, como a carroceria, os pilares, teto, portas e porta-malas.


Já a blindagem transparente é usada nos vidros. Nesse caso, o que acontece é a troca dos vidros comuns por um de policarbonato, que impedem a passagem de algumas munições.


Os tipos de materiais usados para a blindagem são:


  • Aramida: uma manta de aramida, um material mais resistente que o aço, é colocado em toda a extensão do veículo;
  • Aço Balístico: é colocado em pontos estratégicos como colunas e lanternas;
  • Vidros à Prova de Balas: lâminas com polímeros formam uma camada protetora nos vidros;
  • Cinta Metálica: essa cinta é inserida na parte interna das rodas, o que permite que mesmo que o pneu tenha sido atingido por tiros, consiga circular a 20 km/h;
  • Cinta de borracha: também colocada nos pneus, essa cinta permite que o veículo ainda ande por mais 50 quilômetros após ser atingido.

Como é feita a blindagem de veículos

Há dois tipos de blindagem: a opaca e a transparente. A blindagem opaca é utilizada para fazer a proteção da maior parte do veículo, como a carroceria, os pilares, teto, portas e porta-malas.


Após ter todos os documentos aprovados pelo exército e pela Abrablin, é hora de começar a de fato blindar o automóvel.


O processo deve ser feito por uma blindadora credenciada e o processo pode demorar até 30 dias. É recomendado que o proprietário faça visitas na blindadora durante todo o processo, para averiguar se o serviço está sendo feito corretamente.


Para que o veículo seja blindado, ele é praticamente todo desmontado, salvo algumas partes como o motor. E assim começa a instalação da aramida, aço balístico, entre outros.

placa dok despachante, illustração carro com escudo em cima
placa dok despachante, ilustração de uma medalha

Níveis de blindagem para carros

Existem seis níveis de blindagem, porém não são todos que estão disponíveis para o uso de civis no Brasil.


Cada tipo de blindagem representa um nível de proteção, sendo o maior nível de proteção de uso exclusivo das Forças Armadas Brasileiras.


Os tipos de blindagem são I, II-A, III-A, III, IV e V, abaixo você confere o nível de proteção de cada um deles. Os mais comuns no Brasil são o II-A e o III-A.


A nível III é restrita e só pode ser instalada com autorização das Forças Armadas Brasileiras, já a de nível IV é restrita às Forças Armadas.


  • I: Protege contra armas de calibres 22, 38 e ataques com ferros e pedras;
  • II-A: Resiste às armas do nível I-A e mais Magnum.357 e pistola 9 mm;
  • III-A: Bloqueia o efeito de todas as armas mencionadas e duas outras: a Magnum.44 e submetralhadora Uzi;
  • III: Barra os disparos de todos os graus mencionados e ainda suporta disparos de fuzis M16, AK-47, AR-15, FAL, G36 e G3;
  • IV: Todas as anteriores e mais munições perfurantes, como a .30-06 e a .338 e granadas;
  • V: Todas as anteriores e mais munição 12,7 x 99 mm.

Documentação necessária para blindagem de veículos

Para blindar um veículo é necessário fazer o cadastro na Região Militar do seu interesse e agendar uma data para a entrega do Certificado de Registro. Também é necessário apresentar os documentos abaixo:

  • Cópia e original do RG;
  • Cópia e original do CPF;
  • Comprovante de endereço emitido no máximo há 90 dias;
  • Certidão negativa de antecedentes criminais da Justiça Eleitoral, Federal, Estadual e Militar.

Também é necessário emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU) e pagar o valor do documento.

placa dok despachante, ilustração de papeis empilhado

O que é CR Exército?

O Certificado de Registro do Exército, conhecido como CR, é um documento de porte obrigatório para os proprietários de carros blindados.

Sem ele em mãos, o veículo pode ser retido até a regularização, como podemos ver na Portaria nº 55 - COLOG de 2017. Isso vale tanto para pessoa jurídica quanto física.

É através dele que um agente de trânsito sabe que aquele veículo tem autorização para ser blindado. Vale ressaltar que a blindagem do veículo deve constar também no Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo.

placa dok despachante, ilustração com uma moeda em cima

Blindagem de carros preço

Não existe um preço fixo para a blindagem de veículos. O valor varia de acordo com a blindadora que o proprietário escolher para fazer o serviço.


Soma-se ao serviço o valor da mão de obra e o valor dos materiais usados, então, dependendo da qualidade ou da marca das peças, o valor pode sofrer alterações.


Mas, para se ter uma base, usando o valor de um Corolla em 2018 para a blindagem de nível III-A, o valor pode variar de de R$39.000,00 a R$65.000,00, dependendo da blindadora.

Blindagem de carros preço

A garantia é essencial pois com ela é comprovado que o veículo está protegido, garantindo assim a segurança dos seus ocupantes.


Para ter essa garantia, é preciso que o material usado seja de qualidade e passe por todos os testes impostos pelo Exército e pela Abrablin.


A blindagem de veículos muitas vezes salva vida do motorista e dos passageiros, por isso, é extremamente importante comprovar a segurança oferecida por esse serviço.

Validade de blindagem automotiva

Há controversas quando o assunto é a validade da blindagem. Algumas pessoas afirmam que a blindagem pode durar de 5 a 10 anos, se for de boa qualidade. Outras, garantem que a blindagem dura o mesmo tempo que a vida útil do veículo.


O que acontece é que a blindagem opaca, a que fica na parte interna do veículo, é realmente resistente e pode sim durar por um longo período. Porém, a blindagem transparente, a que fica nos vidros, pode ser danificada mais rápida.


Antes das alterações na lei da blindagem, que ocorreu em 2017, quando um vidro blindado era danificado, era possível fazer o reparo no próprio vidro, arrumando apenas a parte atingida. Hoje em dia, é necessário trocar o vidro por completo.


A blindagem em si não tem uma data de validade específica. Já o Certificado de Registro tem a validade de três anos.

placa dok despachante, ilustração de um carro com uma nuvem chuvosa em cima

Teste de blindagem de carros

Após todo o procedimento de desmonte, aplicação das camadas de blindagem e remontagem, os veículos passam por dois importantes testes.


O primeiro dele é o "teste de tempestade", realizado em um local fechado, com chuveiros que simulam uma tormenta para verificar se o veículo está com algum vazamento e precisa de reparos.


O segundo, e mais importante teste, é o teste de balística. Nesse teste diferentes tipos de armas são utilizados para a comprovar a resistência dos produtos de acordo com o nível determinado.

Transferência de veículo DOK Despachante, ilustração de um carro visto de frente

Carros com blindagem de fábrica

Algumas montadoras já começaram a fabricar carros com blindagem de fábrica no Brasil.


A Audi fabricou seu SUV de porte médio, o Q5, com o máximo de proteção permitida para um veículo civil, ou seja, proteção nível III.


Já a Volvo lançou uma linha inteira de carros blindados de fábrica. A linha é composta por SUVs XC40, XC60 e XC90.


A vantagem dos carros blindados de fábrica é não precisar fazer o desmonte do veículo para então fazer a blindagem.

Blindagem de pneus

Os pneus não podem ser blindados, mas passam por um processo de proteção que os deixam mais resistentes, possibilitando também que o veículo possa circular por mais alguns quilômetros.


Essas proteções podem vir da cinta de borracha que permite que mesmo depois de atingido, o veículo rode por mais 50 quilômetros. Ou da cinta metálica, que ajuda a prender o pneu na roda e que permite que o carro circule por mais um tempo, com velocidade reduzida.

Transferência de veículo DOK Despachante, ilustração de um carro forte

Carros com blindagem de fábrica

Algumas montadoras já começaram a fabricar carros com blindagem de fábrica no Brasil.


A Audi fabricou seu SUV de porte médio, o Q5, com o máximo de proteção permitida para um veículo civil, ou seja, proteção nível III.


Já a Volvo lançou uma linha inteira de carros blindados de fábrica. A linha é composta por SUVs XC40, XC60 e XC90.


A vantagem dos carros blindados de fábrica é não precisar fazer o desmonte do veículo para então fazer a blindagem.

Blindagem de pneus

Os carros-fortes são feitos e blindados sobre encomenda, esse processo é feito dessa maneira para dar mais segurança.


O que é de conhecimento público, é que a blindagem dos carros-fortes é da nível III, ou seja, só não protege de tiros de fuzis.


Na blindagem de nível III, que precisa de autorização prévia das Forças Armadas para a aplicação, o vidro pode chegar a 21 milímetros, as chapas de aço podem ter 3 milímetros de espessura e são aplicadas 10 camadas de aramida.


Toda essa proteção faz com que o veículo fique com 130 kg a mais e resista a disparos de calibre Magnum 44.


Procurando informações sobre regularização?

Primeiro Emplacamento

Saiba mais

Placa Mercosul

Saiba mais

Consultar placa de moto

Saiba mais
Regularize a blindagem de carros

Perguntas

Aqui estão as respostas para algumas dúvidas frequentes.

Tire todas as dúvidas

Níveis de Blindagem

Existem seis níveis de blindagem, porém não são todos que estão disponíveis para o uso de civis no Brasil. Os mais comuns no Brasil são o II-A e o III-A. O nível III precisa de autorização prévia do Exército.

Validade de Blindagem

Muitos acreditam que a blindagem vale por toda a vida útil do veículo, outros acreditam que a validade é de 5 a 10 anos. O documento CR, indispensável para carros blindados, tem a validade de 3 anos.

Blindagem de Pneus

Os pneus não podem ser blindados, mas passam por um processo de proteção que os deixam mais resistentes, possibilitando também que o veículo possa circular por mais alguns quilómetros, mesmo depois de atingidos.

Tire todas as dúvidas
Consulte grátis

Aguarde, consultando seu documento =)