Faixa azul SP: entenda como funciona o projeto

Por: Gregory Packs

Publicado em 14 de outubro de 2022 | Atualizado em 18 de dezembro de 2023

Capa do artigo faixa azul SP - DOK Despachante

Salve, Motorista! Ou melhor, motociclista, pois o artigo de hoje é para você! Que o trânsito de São Paulo é uma loucura, todo mundo sabe, não é mesmo? Por isso, a cidade colocou em prática o projeto da chamada Faixa Azul.

Assim, a Senatran (Secretaria Nacional do Trânsito), órgão do Minfra (Ministério da Infraestrutura do Governo Federal), autorizou a CET-SP (Companhia de Engenharia de Tráfego) a usar a nova motofaixa, em período experimental, com o intuito de organizar melhor a circulação das avenidas.

Dessa forma, foram implantadas faixas veiculares 1 e 2 na Avenida 23 de Maio em São Paulo, onde passam 230 mil veículos diariamente. Apesar de órgãos municipais defenderem a medida, o projeto também dividiu opiniões. Leia este artigo até o fim para saber mais sobre essa proposta e quais são suas regras e intenções.

O que é a faixa azul implementada em SP?

A Motofaixa, também chamada de Faixa Azul, é um projeto piloto que vai durar dois anos, implementado pela CET e em vigor desde janeiro de 2022, na Avenida 23 de Maio, conta com extensão de 5,5 km em etapa experimental, como já citado anteriormente.

Quer manter seu veículo em dia?

A motofaixa possui uma demarcação da via entre as faixas 1 e 2, que estão localizadas no corredor onde as motos já circulavam. Entretanto, com um espaço maior, ampliado em 20% a capacidade da via.

Portanto, é uma sinalização de segurança para as motocicletas. O limite de velocidade deve ser o mesmo das demais pistas, pois o objetivo é organizar melhor o espaço no trânsito para que as motos possam trafegar com mais disciplina, além de garantir melhoria no balizamento, tanto para motoristas quanto para motociclistas.

Como e quando surgiu a faixa azul?

O que muitos não sabem é que a Faixa Azul já foi iniciada anteriormente na cidade de São Paulo. Porém, apresentou resultados diferentes do esperado.

A primeira foi a da Avenida Sumaré, na zona oeste, que começou em 2006 e foi desativada em 2013. De acordo com a CET, a faixa não apresentou um aumento na segurança dos motociclistas.

Outra motofaixa foi uma com extensão de 7 km a partir do cruzamento da avenida Noé de Azevedo, seguindo pela Rua Vergueiro, até chegar à Praça da Sé, servindo de eixo entre a zona sul e a região central de São Paulo, a qual existiu entre 2010 e 2014. Porém, na época, nem todo mundo respeitava a sinalização.

Após ações fracassadas, o novo projeto traz conceitos diferentes, a proposta que existia na Sumaré e na Vergueiro, era à esquerda e um dos motivos de não ter funcionado é que os motociclistas não gostam de andar perto da guia, pois são locais com resíduos e que podem enganchar a pedaleira.

A faixa azul é exclusiva para motos?

Diferentemente do que muitos imaginam, a Faixa Azul não é obrigatória e nem exclusiva.

Dessa forma, são recomendadas para tráfegos mais lentos, para que as motos possam transitar com mais disciplina, de forma segura, consciente e sem alterar a dinâmica já existente na via.

Qual a função da faixa azul em São Paulo?

O propósito do projeto é que as motos possam usar as faixas em caso de fluxo grande na avenida. Dessa maneira, terão uma visibilidade maior para os demais veículos.

Com isso, é possível diminuir o congestionamento e evitar acidentes.

“É somente uma melhoria na visibilidade e na sinalização dos veículos” – afirma o Diretor de Projetos e Planejamentos da CET ao portal G1. “Com essa faixa, agora, vai ter um respeito mais amplo por parte dos motoristas, que vão conseguir ver essa faixa. Os motofretistas e motociclistas vão conseguir andar de uma forma com menos obstáculos no meio no corredor” – completa.

Como pilotar na faixa azul?

Não há segredo no momento em que precisar utilizar a Faixa Azul em trânsito lento ou por opção própria. Aliás, a sinalização está em toda a via indicando sobre os limites de velocidade, além de cuidados e orientações.

Assim, são esperadas as seguintes ações dos condutores com o novo projeto:

  • Para o motorista dos autos: sempre sinalizar a intenção de mudar de faixas;
  • Para os motociclistas: facilitar essa mudança.

Sendo assim, a fiscalização da Secretaria Nacional de Trânsito e a conscientização e atenção dos motoristas são fundamentais.

Qual a velocidade permitida na faixa?

Como dito anteriormente, o motociclista não poderá trafegar na velocidade que quiser, pois tem que respeitar o limite permitido na via que contém a Faixa Azul. Caso contrário, poderá ser multado.

Apesar disso, em tráfego lento ou congestionado na via, o motociclista deve, por segurança, se adequar à velocidade e às condições de fluxo. Como sugestão, as motos no corredor com trânsito parado devem transitar em torno de 30 km/h.


Saiba mais sobre outras curiosidades do trânsito

Para ter um entendimento completo sobre trânsito, sinalização e segurança, é importante manter-se informado. Por isso, se você chegou até aqui, achamos que também vai precisar saber disso. Confira:


Em quais lugares de SP a faixa azul já foi implementada?

O projeto da motofaixa em São Paulo foi implementado, por enquanto, apenas na Avenida 23 de Maio, como uma sinalização experimental.

Após os primeiros resultados indicarem melhora no trânsito, a Senatran autorizou a CET a inserir a chamada Faixa Azul para motociclistas em mais locais na cidade de São Paulo.

Confira, a seguir, três novos locais que contarão com a faixa azul SP em caráter experimental por um ano:

  • Avenida Santos Dumont, Avenida Tiradentes e Avenida Prestes Maia, no trecho compreendido entre a Ponte das Bandeiras e a Praça da Bandeira, com extensão aproximada de 4 km;
  • Avenida Rubem Berta, no trecho compreendido entre o complexo viário João Jorge Saad e a Avenida dos Bandeirantes, com extensão aproximada de 2 km;
  • Avenida dos Bandeirantes, em ambos os sentidos, no trecho compreendido entre a Via Marginal do Rio Pinheiros e o Viaduto Ministro Aliomar Baleeiro, com extensão aproximada de 8,5 km (totalizando 17 km).

Em suma, o objetivo dos novos trechos é de incluir outros estudos sobre o projeto, como faixas de pedestres, túneis, cruzamentos semaforizados, entre outros.

A faixa azul será ampliada?

A CET informa que tudo vai depender dos resultados obtidos ao longo do sentido Aeroporto do corredor Santos Dumont-Tiradentes-23 de Maio-Rubem Berta e em ambos os sentidos da Avenida Bandeirantes.

Caso os resultados esperados sejam alcançados, incluindo diminuição do número de acidentes e redução do congestionamento, é possível que sejam feitas novas ampliações no futuro.

infográfico sobre as regras da faixa azul em SP - DOK Despachante

Houve queda no número de acidentes após a faixa azul?

Segundo dados de análise da Prefeitura de São Paulo, com base nos dados de janeiro a março de 2022, depois da implementação da faixa azul, os congestionamentos caíram cerca de 35% em relação ao mesmo período de 2019, na Av. 23 de maio, antes da pandemia.

Assim como nos três primeiros meses deste ano, a lentidão no trânsito caiu 5,5% porque as motos não ficavam mais mudando constantemente de faixa. Desse modo, não houve nenhum acidente grave ou mortes na avenida, além de uma melhora no fluxo do trânsito.

Segundo o levantamento, em março, foram oito acidentes fora da faixa com quatro vítimas leves. Já na motofaixa, no mesmo mês, foram dois acidentes, um deles também com vítima leve. No total, o índice de utilização da Faixa Azul permaneceu em 78% durante todo o semestre.

Há multa por desrespeitar a faixa azul em SP?

Como citado, as faixas não são obrigatórias e nem exclusivas, portanto, não há multa.

O motorista poderá continuar fazendo as mudanças de deslocamento normalmente, a faixa é apenas uma sinalização de balizamento de orientação de fluxos de tráfego para promover um trânsito mais seguro.

Contudo, haverá multa caso o motociclista descumpra as leis de trânsito já existentes, como não respeitar a sinalização, não manter distância dos demais veículos, ultrapassar o limite de velocidade e entre outros.

Como pagar multas de trânsito online?

Para que você dirija com segurança nas novas Faixa Azul de São Paulo, é bom garantir que o seu veículo esteja em dia. E sabia que com o DOK, é possível consultar pendências do seu automóvel de forma gratuita?

Além do mais, você ainda pode parcelar qualquer débito do seu veículo em até 12 vezes no crédito e com até seis cartões diferentes. Para fazer a consulta e até pagar qualquer pendência, basta seguir o tutorial abaixo:

  • Acesse o site do DOK Despachante;
  • No formulário de consulta disponível no topo da página, preencha os campos em branco com a placa do veículo e um e-mail válido e clique no botão “Consulte Grátis“;
  • Feito isso, você poderá verificar a situação do seu veículo em menos de um minuto. Viu como é fácil e rápido?
  • Na sequência, caso queira quitar as multas, licenciamento ou IPVA em aberto, basta selecionar os débitos e seguir para as formas de pagamento.

Para saber mais, acesse o DOK Despachante e confira todos os nossos outros serviços. Com isso, você pode aproveitar para regularizar a situação da sua motocicleta de forma online e facilitada. E assim, evitará problemas ao ser parado por um agente de trânsito.

Conclusão

Em suma, a Faixa Azul ainda é um projeto piloto. Portanto, ao longo do processo de implementação, haverá mais resultados e considerações a serem feitas.

O histórico de motofaixas em avenidas na capital de São Paulo não é positivo. Porém, a nova proposta apresenta um conceito diferente, sendo apenas uma melhoria na visibilidade das motos e recomendada para trânsitos mais lentos, sem qualquer tipo de obrigatoriedade ou exclusividade.

Os primeiros resultados da faixa, mostram que não houve morte no local, além de uma melhora considerável no fluxo do tráfego nos locais em que se encontra.

Dessa forma, após bons resultados obtidos, três novos locais receberão a nova Faixa Azul, como mencionado anteriormente, são elas: Avenida Santos Dumont, Avenida Rubem Berta e Avenida dos Bandeirantes. Com esses novos trechos, será possível ter mais análises e possíveis ampliações.

Gostou desse conteúdo e quer ficar por dentro de mais assuntos como esse? Acompanhe nosso Facebook, Instagram e YouTube.

TAGS: Faixa Azul em SP/ faixa exclusiva para motocicletas SP/ faixa para motos/ Faixa Azul


Perguntas frequentes sobre a Faixa Azul SP

O que é faixa azul em São Paulo? 

A faixa azul em SP é uma sinalização de segurança para as motocicletas, localizada entre as faixas veiculares 1 e 2 na Avenida 23 de Maio, com objetivo de organizar o espaço compartilhado entre os automóveis e as motocicletas.

Onde a faixa azul de trânsito pode ser encontrada? 

A Faixa Azul, por enquanto, existe somente na Avenida 23 de Maio em São Paulo, tendo extensão de 5,5 km.

Qual a diferença entre faixa azul e faixa vermelha? 

A principal diferença das faixas, tirando as cores, é que a faixa azul não é exclusiva e nem obrigatória, enquanto a vermelha, sim.



Posts relacionados