Cachorro no carro: como transportar com segurança?

Por: Gregory Packs

Publicado em 24 de maio de 2022 | Atualizado em 22 de março de 2024

Capa cachorro no carro DOK Despachante

Olá, Condutor! Você sabia que existem formas corretas de transportar o cachorro no carro?

São diversas medidas que devem ser seguidas na hora de levar o pet no veículo. Além disso, existem penalidades caso essas regras sejam descumpridas.

Acompanhe este artigo até o fim para saber todos os detalhes sobre como transportar seu cãozinho no carro para garantir a segurança de todos e evitar ser multado por desobedecer alguma norma estabelecida pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Andar com cachorro no carro da multa?

A princípio, pode-se dizer que andar com cachorro no carro não é motivo para você ser multado. Porém, existem penalidades para quem transportar o pet de forma incorreta, sem obedecer às leis de trânsito. Por isso, é sempre importante consultar o CTB.

Quer manter seu veículo em dia?

Posso levar o cachorro solto no carro?

Segundo o artigo 252 do Código de Trânsito, o motorista não pode dirigir o veículo transportando animais à sua esquerda ou entre os braços e pernas. Desse modo, se o condutor for flagrado descumprindo a regra, precisará pagar multa média no valor de R$ 130,16 e terá quatro pontos adicionados à Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além de ser uma infração de trânsito, transportar o animal solto no carro pode apresentar perigo tanto para o condutor quanto para o cão, pois o pet pode circular pelo veículo e fazer com que o motorista perca a atenção enquanto dirige. Caso isso aconteça, segundo o artigo 169 do CTB, o tutor estará cometendo uma infração leve com multa de R$ 88,38 e acréscimo de três pontos na CNH.

No mais, o se o cachorro estiver solto no carro, é bem possível que ele coloque a cabeça para fora da janela em algum momento. Apesar de ser uma cena comum, conforme o artigo 235 do CTB, essa é uma infração de trânsito grave que resulta em multa de R$ 195,23 e cinco pontos na habilitação.

Como levar cachorro no carro?

Levar o cachorro no carro não é tão simples quanto parece, pois você não pode simplesmente colocar o bichinho no veículo e sair dirigindo por aí. Antes de tudo, é importante saber garantir que seu pet será transportado de forma segura, seguindo também as leis de trânsito.

Na hora de fazer o transporte do pet, é importante estar ciente que existem equipamentos diferentes, os quais devem ser usados conforme o porte do cachorro. Antes de explicarmos cada um desses acessórios, você precisa identificar o tamanho de seu cãozinho. Para isso, confira a tabela abaixo:

PortePeso (kg)Altura
Mini0,5 g a 6 kg33 cm
P6 kg a 15 kg43 cm
M15 kg a 25 kg60 cm
G25 kg a 45 kg70 cm
XG45 kg a 90 kgsem limite

Após consultar a tabela e descobrir o porte do seu pet, nos próximos tópicos, explicaremos como deve ser feito o transporte para cada tamanho de cachorro, acompanhe para saber como transportar seu bichinho com segurança.

Caixa de transporte para cachorro

A caixa transportadora de cães é uma das melhores formas de transportar o pet com segurança. No entanto, o cachorro precisa estar acostumado a ser levado no equipamento para que ele não fique estressado durante o percurso.

O uso do acessório é recomendado para cachorros de porte médio ou que tenham até 25 kg. Além disso, a caixa deve ser confortável, permitindo com que o pet possa dar uma volta completa no interior do equipamento.

No mais, a porta da caixa transportadora deve estar fechada durante todo o trajeto. Para garantir a proteção do animal, também é importante mantê-la presa com o cinto de segurança e fixá-la atrás de um dos bancos dianteiros para evitar que o equipamento tombe.

Cinto de carro para cachorro

O cinto de segurança para cachorros é um dos acessórios mais conhecidos para o transporte do pet. Esse equipamento pode ser usado em cães de diversos tamanhos, desde que o peitoral não fique frouxo. Além disso, essa pode ser uma ótima opção para os animais que não se adaptaram à caixa transportadora.

No mais, além de ser um acessório um pouco mais econômico, o uso do peitoral permite que o cachorro tenha mais liberdade dentro do carro. Entretanto, é importante checar se o item está fixado na trava do cinto de segurança ajustar corretamente o tamanho da alça para que o pet não escape.

Cadeirinha de cachorro para carros

A cadeirinha para cachorro, também chamada de “cestinha”, é ideial para animais de porte pequeno e pode ser utilizada no lugar do peitoral para que o cachorro tenha um pouco mais de liberdade, mas sem ficar completamente solto no banco de trás do veículo.

Além de ser uma boa alternativa para o transporte do pet, a cadeirinha pode ser facilmente encaixada no banco traseiro do carro, pois os modelos contêm peitoral com fivela de regulagem e devem ser presos ao cinto de segurança.

Entretanto, a cestinha pode ter um custo mais alto em comparação aos outros equipamentos mencionados, pois apresenta assento acolchoado e confortável para transporte do cão. Desse modo, é importante cotar qual dos produtos cabe no seu orçamento.

Grade para levar cachorro no carro

Apesar de ser um equipamento bastante utilizado para transportar cachorros no carro, a grade de proteção não é tão segura quanto os outros acessórios citados, pois o cão ficará completamente solto no banco de trás do veículo. Portanto, é aconselhável que o pet também seja preso ao cinto de segurança.

A grade de metal apenas garante que o cachorro não seja arremessado para fora do carro em caso de colisão. Além disso, o cão também não consegue ir para a frente do veículo, pois ficará preso ao banco traseiro do automóvel. Segundo especialistas, esse acessório é recomendado apenas para pets porte grande que não cabem nos demais equipamentos.


Saiba mais sobre multas e dicas de trânsito

Caso tenha outras dúvidas sobre o trânsito, separamos alguns artigos que podem te ajudar. Confira:


Cuidados ao levar o cachorro no carro

Além de garantir os acessórios ideais para transportar o cachorro, também é muito importante que a viagem seja confortável para o pet. Por isso, é indispensável manter um ambiente fresco e aconchegante dentro do veículo, pois os cães podem sofrer com temperaturas altas.

Portanto, se o seu automóvel tiver ar-condicionado, é importante mantê-lo ligado em temperatura ambiente, pois o cachorro também pode sofrer se o interior do carro estiver muito gelado. No mais, é importante verificar se o equipamento de segurança escolhido para o transporte está adequado.

Como transportar cachorro em viagem longa?

Em viagens de carro de longa duração, além de adequar a temperatura do carro, é muito importante garantir que seu cachorro será transportado da maneira mais confortável possível. Para isso, confira se o acessório utilizado para transporte não está apertado ou folgado demais para o animal.

Se você for ligar o ar-condicionado durante a viagem, é preciso garantir que o filtro de ar esteja limpo para que a respiração do cachorro não seja prejudicada, especialmente se o cão for braquicefálico, como pugs e buldogues. Além disso, é importante fazer algumas paradas ao longo do caminho para que o pet possa fazer as necessidades.

Ao decorrer da viagem, é importante que você também acompanhe se o cachorro não está passando mal. Para evitar problemas como enjoo, alimente o animal até quatro horas antes de sair. Ademais, é recomendável portar a carteirinha de vacinação do pet, apesar de não ser comum, agentes de trânsito podem pedir o documento em uma blitz.

Infográfico transporte de cachorro no carro DOK Despachante

Quantos cães posso transportar no carro?

A princípio, o Código de Trânsito não estabelece o número máximo que cachorros que o condutor pode transportar no carro. Por isso, cabe ao tutor saber quantos animais poderá levar com conforto e segurança dentro do veículo.

Além disso, o motorista que levar mais de um cachorro no carro deve ter atenção redobrada, pois quanto maior o número de animais dentro do veículo, será preciso ter mais cuidado para evitar acidentes.

No mais, se o condutor perder a concentração para cuidar dos pets e for flagrado, terá que arcar com as penalidades do artigo 169 do CTB, são elas:

  • Multa leve no valor de R$ 88,38;
  • Acréscimo de três pontos na CNH.

Além do mais, é importante considerar o número total de pessoas em conjunto com os animais, pois cada veículo possui um limite e caso seja flagrado com excesso de passageiros, o motorista poderá ser autuado.

Pode transportar cachorro no porta-malas?

Ver condutores transportando cachorros no porta-malas é algo comum, especialmente quando o carro é espaçoso e essa parte do veículo é aberta. No entanto, a prática é proibida por lei e pode até ser considerada crueldade, pois além de não ser seguro, o espaço é quente e também pode comprometer a respiração do animal.

Posso levar o cachorro fora do carro?

Ao circular pelas vias públicas do país, você já deve ter se deparado com alguém transportando o cachorro na caçamba de uma caminhonete. Porém, apesar de ser frequente, essa também é uma prática proibida por lei.

Sendo assim, quem for flagrado carregando animais dessa forma estará cometendo uma infração grave e terá que arcar com as punições do artigo 235 do CTB, são elas:

  • Multa grave no valor de R$ 195,23;
  • Acréscimo de cinco pontos na CNH;
  • Retenção do veículo para transbordo.

A medida administrativa de retenção do veículo para transbordo quer dizer que o carro ficará “preso” no lugar da abordagem. Dessa forma, o condutor não poderá retirá-lo do local até que o transporte do cachorro seja feito com segurança, seguindo as leis de trânsito.

Multa cachorro no carro: como consultar e pagar em 12x?

Se você tomou uma multa por transportar o cachorro no carro de forma irregular ou acredita que pode ter sido multado, o ideal é fazer uma consulta online para confirmar se a penalidade foi aplicada. Além disso, você também poderá saber o valor da infração.

A consulta de multas é grátis pode ser feita pela placa do veículo, de forma prática e segura. Para isso, basta acessar o site do DOK Despachante e seguir o tutorial abaixo:

  • No formulário de consulta disponível na página inicial do DOK Despachante, informe a placa do carro e insira um e-mail válido. Em seguida, clique em “Consulte Grátis”;
  • Feito isso, não só as multas do veículo, mas todos os débitos serão mostrados, incluindo IPVA, licenciamento e seguro DPVAT.

Após fazer a consulta e identificar a multa, no DOK Despachante, você poderá pagá-la em até 12 vezes e com seis cartões de diferentes. Se preferir quitar à vista, há como fazer o pagamento por boleto bancário ou via pix. Além disso, também é possível dar entrada no boleto e parcelar o restante no crédito.

Conclusão

Como você pôde perceber, transportar cachorro no carro é uma prática permitida. Entretanto, é preciso que o animal seja levado de forma segura. Para isso, é indispensável o uso de equipamentos de segurança, como peitoral, cadeirinha, caixa transportadora e grade de proteção.

Além do uso de acessórios de segurança, o condutor também deve se atentar à temperatura do interior do veículo, garantindo que o carro seja um lugar onde o cachorro possa ser transportado sem passar muito frio ou calor, mas em um ambiente agradável.

Sendo assim, o condutor poderá sofrer com as penalidades impostas pelo CTB ao transportar o pet no carro de forma incorreta, oferecendo risco à vida do cachorro e do próprio condutor. Por isso, existem diversos tipos de multa para o transporte irregular de animais: leve (R$ 88,38), média (R$ 130,16) e grave (R$ 195,23).

TAGS: como transportar cachorro no carro/ levar cachorro no carro/ transportar cachorro no carro/ viajar com cachorro no carro/ cachorro no carro multa



Posts relacionados