IPVA e Licenciamento: entenda as principais diferenças

Por: Guilherme Dalbem

Publicado em 01 de maio de 2022 | Atualizado em 25 de abril de 2022

Olá, Condutor! Possivelmente, você já se perguntou se IPVA e licenciamento são a mesma coisa, certo? Ou então, quais são as diferenças entre eles e qual deve ser pago primeiro. Sabemos que entender todos os débitos veiculares é um desafio, mas para te ajudar separamos neste artigo todas as informações que você precisa saber sobre o IPVA e o licenciamento, e quais são as diferenças e valores de cada um. Para saber mais sobre o assunto, basta ler este texto até o final.

IPVA e Licenciamento é a mesma coisa?

A resposta mais rápida e simples é: não. O IPVA e o licenciamento são taxas cobradas anualmente dos proprietários de veículos do Brasil, e por isso, são comumente confundidos e geram dúvidas.

Contudo, mesmo não sendo a mesma coisa, os dois estão interligados e devem ser pagos conforme as datas estipuladas pelos órgãos de cada estado para que não haja maiores problemas. Inclusive, o não pagamento pode gerar até apreensão do seu veículo. Continue lendo e veja quais são as diferenças.

O que é IPVA

Primeiro falaremos sobre o Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Que como o próprio nome diz, é um tributo, e por esse motivo é pago à Secretaria da Fazenda do Estado (SEFAZ)  onde o seu veículo está registrado.

O IPVA é cobrado da maioria dos proprietários de veículos terrestres automotores. E por se tratar de um imposto o valor arrecadado pelos estados com a taxa é utilizado para custear despesas públicas dos governos estaduais e municipais, como contas de saúde, transporte, infraestrutura, educação e segurança.

Outra informação importante sobre o IPVA é que alguns donos de veículos podem pedir a isenção do pagamento, e consequentemente ficam livres do imposto todos os anos. Quer saber como conseguir o direito? Leia nosso artigo sobre Isenção de IPVA de São Paulo em 2022 e veja quem tem pode ser beneficiado pelo direito.

Foto de um rapaz segurando um documento DOK Despachante

Consultar IPVA

Parcele seu IPVA
em até 12x

Onde pagar o IPVA?

Uma dúvida muito comum sobre o IPVA é onde ele deve ser pago. E na verdade, depende. Por se tratar de um imposto de organização estadual, o pagamento do IPVA varia conforme a localização, por isso, em cada estado é adotado uma forma de pagamento.

Porém, na maioria dos estados o pagamento é feito no sistema dos sistemas das unidades da Secretaria da Fazenda de cada unidade federativa, ou então nos bancos registrados no mesmo sistema da autarquia. A desvantagem é que a ação pode ser burocrática, demorada e na maioria das vezes cara, porque as SEFAZ não parcelam débitos.

Além disso, em todos os estados é possível que você pague o imposto em um despachante credenciado, que na maioria das vezes facilita o processo, diminuindo a burocracia no pagamento e permitindo a você condições de pagamento especiais.

Com o DOK Despachante você consegue pagar o seu IPVA sem sair de casa e com poucos cliques. Além disso, você ainda tem a possibilidade de parcelar o valor em até 12 vezes usando 6 cartões de crédito diferentes.

IPVA 2022 SP

Em São Paulo, o IPVA 2022 deve ser pago a partir de janeiro, tanto para os proprietários de veículos que desejam pagar o imposto em cota única quanto para aqueles que optarem pelo pagamento parcelado. Além disso, neste ano o Governo do Estado de São Paulo separou as datas de pagamento conforme categorias de veículo, para saber as datas de cobrança exatas acesse o portal do IPVA de São Paulo.

O valor do IPVA também varia conforme a localidade de registro do veículo, isso porque a alíquota utilizada como base de cálculo difere em cada estado. Em São Paulo, a alíquota utilizada em 2022 é de 4%.

Para saber a alíquota de cada estado brasileiro e descobrir como fazer o cálculo de IPVA de qualquer veículo registrado no Brasil, confira o nosso artigo de Valor de IPVA 2022.

IPVA 2022 PR

No Paraná, a cobrança do IPVA 2022 vai de 17 de janeiro até o dia 23 de maio, e pode variar dependendo do formato de pagamento escolhido pelo proprietário do veículo, se ele será feito à vista ou a prazo. Para saber mais informações sobre o IPVA PR 2022, como consultar, formas de pagamento diferenciadas e valores, acesse o nosso artigo sobre o tema!

O que é Licenciamento

O Licenciamento, diferentemente do IPVA, é um documento e não um imposto. E é um certificado de emissão anual que deve ser pago por todos os proprietários de veículos, sem exceção.

Também chamado de CRLV-e (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), ou licenciamento digital, o documento é de porte obrigatório, caso contrário, se o condutor do automóvel for flagrado conduzindo o veículo sem o documento regularizado, este estará sujeito à aplicação de uma infração gravíssima, receberá uma multa de R$293,47 e ainda terá o veículo apreendido em um dos pátios do Detran vigente no estado.

Onde pagar o Licenciamento?

Conforme mencionado, o Licenciamento é um certificado, e por isso é de compromisso integral do Detran – órgão responsável pela emissão de documentos, por coordenar e realizar a fiscalização de trânsito, aplicar medidas administrativas, infrações e multas, arrecadar valores provenientes de estrada e remoção de veículos e objetos, e trabalhar para a educação de condutores.

Desse modo, o Licenciamento e outros débitos veiculares, como o ATPV-e, o CRV e o , de responsabilidade do Detran podem ser pagos no próprio órgão ou nos seus sistemas online da autarquia. Além disso, é possível ainda que os débitos sejam pagos também com despachantes credenciados, como o DOK.

Licenciamento 2022 SP

O valor do licenciamento 2022 SP é de R$144,86 para todas as categorias de veículos registrados no Detran do estado, e o pagamento da taxa acontece entre julho e dezembro deste ano. Vale ressaltar que quem optar por pagar o débito antes da data prevista pode ainda receber desconto no valor final da credencial. Leia nosso artigo e saiba mais sobre o licenciamento 2022 de São Paulo.

Licenciamento 2022 PR

No Paraná, o pagamento do licenciamento começa só no segundo semestre de 2022 para todos os veículos já emplacados, e o calendário do Detran/PR vai cobrar os proprietários de agosto até novembro, segundo a organização do órgão. O valor do certificado no estado é R$86,50, valor congelado desde 2020 por conta da pandemia de Covid-19.

Posso pagar o IPVA junto com o Licenciamento?

Sim, você pode! Mas aconselhamos que você pague todos os seus débitos veiculares na data prevista. Ou seja, que você respeite tanto a tabela de vencimentos do IPVA quanto o calendário de pagamento do Licenciamento.

Quanto mais regrado você for com o pagamento dos seus débitos veículos, menos riscos de receber multas, pagar juros e até ter o veículo apreendido você corre.

É preciso pagar o IPVA para licenciar

Sim! Uma dúvida comum entre motoristas em geral é acreditar que o não pagamento do IPVA é considerado uma infração e que por isso pode gerar uma multa de trânsito. Contudo, não é assim que as coisas funcionam.

O IPVA não é um documento veicular, por isso, o seu atraso não gera nenhum tipo de infração ou multa de trânsito. Porém, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o seu não pagamento pode ser considerado um fator de impedimento para a regularização do Licenciamento. Ou seja, com o IPVA atrasado é impossível pegar o licenciamento.

E neste caso, as complicações para o proprietário do veículo são maiores. Também segundo o CTB, condutores que forem pegos dirigindo veículos não licenciados receberão infração de natureza gravíssima, estão sujeitos a uma multa de R$293,47 e ainda terão o veículo apreendido.

Diferença entre Licenciamento e IPVA quando atrasados

Conforme mencionado, o IPVA não é um fator gerador de infração/multa de trânsito quando atrasado, porém o licenciamento é. Confira logo abaixo algumas informações importantes sobre o atraso das taxas e quais são as consequências aplicadas em cada um dos casos:


Saiba mais sobre IPVA e Licenciamento

Ainda tem dúvidas sobre o IPVA e o licenciamento? Leia mais conteúdos do DOK sobre os dois assuntos e descubra mais sobre o universo veicular! Confira mais artigos do nosso blog logo abaixo.


Licenciamento e IPVA: qual é mais caro?

Os valores do IPVA e do licenciamento variam conforme o estado de registro do veículo. Contudo, de modo geral o valor do IPVA é mais caro do que o do licenciamento.

Isso acontece porque o valor do licenciamento varia entre R$80 e R$300. Enquanto o IPVA pode chegar a custar muito mais, já que ele é calculado em cima de uma porcentagem (que fica entre 2% a 4% dependendo do estado) do valor total do veículo em questão.

Consulta IPVA e Licenciamento

A consulta dos débitos veiculares pode ser feita nos órgãos responsáveis, contudo, neles os processos podem ser demorados e muito possivelmente te deixar com dúvidas sobre as datas e os formatos de pagamento.

Com o DOK é diferente! Aqui você consegue consultar todos os seus débitos veiculares de maneira rápida e fácil. Para saber quais são as despesas do seu veículo, basta preencher nosso formulário com o seu endereço de e-mail e o número da placa do seu veículo. Com apenas essas informações você já pode ver seus débitos de IPVA, licenciamento e até multas. Fácil, né?

Como pagar IPVA e Licenciamento

O pagamento com o DOK também é diferenciado, no Detran e na Secretaria da Fazenda, você deve pegar suas contas à vista, ou então em até 5 parcelas.

Sabemos que quitar as contas de um carro pode ser complicado às vezes, por isso, te oferecemos a possibilidade de pagar suas contas – inclusive as atrasadas – em até 12 vezes sem juros! E o melhor, com 6 cartões de crédito se você preferir.

Conclusão

O IPVA e o licenciamento são contas veiculares igualmente importantes mas que possuem as suas particularidades.

O IPVA é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, e por ser um tributo deve ser pago à Secretaria da Fazenda. Ele é comumente mais caro que o licenciamento e não gera multa ou infração de trânsito quando atrasado, mas impossibilita a emissão do CRLV.

Já o licenciamento é uma taxa de registro de veículo, usado para apresentar a regularidade de um veículo. A taxa é administrada pelo Detran e pode gerar infração e multas de trânsito caso seja conduzido com o documento irregular.



Posts relacionados