Quanto custa para fazer a transferência de moto no despachante?

Por: Gregory Packs

Publicado em 02 de junho de 2021 | Atualizado em 20 de dezembro de 2023

quanto custa transferencia de moto no despachante Dok Despachante blog

Salve, Motorista! O sonho de muitos brasileiros é poder ter seu veículo próprio e muitos acabam optando por um veículo usado, já que o valor é mais em conta.

A motocicleta, além do valor mais barato, também oferece mais praticidade no dia a dia, porém, ao comprar uma moto usada é necessário estar atento à transferência de propriedade. Você sabe quanto custa transferência de moto no despachante?

Neste artigo, falaremos sobre todos os aspectos essenciais para a transferência de motocicleta, os documentos necessários para a realização deste serviço, o custo e mais. Continue a leitura até o final para não deixar passar nenhuma informação importante.

Como fazer transferência de moto online

Não realizar a transferência do veículo após 30 dias da aquisição é uma infração de natureza média, com multa no valor de R$ 130,16 e 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além da medida administrativa de remoção do veículo até a situação ser regularizada, de acordo com o Art. 233 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O dinheiro está curto

Portanto, a transferência de veículo é obrigatória sempre que há mudança de propriedade ou de localidade e, hoje em dia, é possível fazer todo o processo de transferência de forma online, com praticidade e sem precisar sair de casa.

Para fazer a transferência, é preciso entrar no site do Detran do estado em que o veículo está registrado. No site, você encontrará o formulário de transferência que precisa ser preenchido.

Ao concluir o preenchimento, certifique-se de imprimir o documento resultante. Pague o DAE (Documento de Arrecadação Estadual), o qual corresponde à taxa pertinente à transferência da motocicleta.

A maioria dos estados também possibilita o pagamento dessa taxa via Renavam, através das instituições bancárias conveniadas ao sistema.

Para tornar as coisas ainda mais fáceis, você pode contar com a ajuda de despachantes credenciados para a transferência da moto, para te auxiliar desde o preenchimento dos papéis até o entendimento das taxas. Ter um despachante ao seu lado pode simplificar muito todo o processo burocrático.

Mas, você deve estar se perguntando “quanto custa transferência de moto no despachante?”, não é mesmo? O valor da taxa em 2023, em média, é o mesmo estipulado pelo Detran-SP: R$ 246,17. 

Qual o valor de transferência de moto?

O valor da transferência de veículo, independente da categoria, é determinado pelos Departamentos de Trânsito (Detran) de cada estado, por isso, o valor pode ser diferente para cada região. Também é comum que a taxa sofra alterações de um ano para o outro.

Antes de realizar a transferência, é recomendado que o comprador verifique o valor estipulado pelo Detran do estado de registro do veículo. Vale lembrar que o pagamento da taxa de transferência fica por conta de quem está comprando o veículo.

Para saber qual o valor que deve ser pago, é preciso saber se o veículo está com o licenciamento do ano vigente renovado ou não. Em 2023, a taxa para São Paulo é de R$ 246,17. Se houver pendências nos débitos, esse valor pode aumentar.

Qual o valor de dupla transferência de moto?

A dupla transferência ocorre quando algum proprietário antigo deixou de passar o automóvel para seu nome e vendeu o veículo para outra pessoa.

De acordo com o Art. 123 do CTB, ao fazer a venda de um veículo, o vendedor tem um prazo de 30 dias para pedir a emissão de um novo Certificado de Registro do Veículo (CRV), e é através desse pedido que será realizada a comunicação de venda ao Detran.

Assim, o órgão de trânsito sabe que a partir daquele momento o veículo pertence a outra pessoa e as infrações cometidas serão de responsabilidade do novo proprietário.

Para regularizar essa situação, o vendedor deve solicitar a emissão de um CRV em seu nome, junto ao Detran. Quando um novo CRV é solicitado, a motocicleta deve passar por uma vistoria, que pode ser feita pelo próprio Detran ou por uma empresa credenciada.

Após o atual dono regularizar a documentação, é a vez do comprador fazer a transferência para seu nome, preenchendo corretamente a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV) e levando esse documento a um cartório para reconhecer firma.

Depois desse processo concluído, o comprador, com o Certificado de Registro do Veículo (CRV), deverá solicitar a expedição do novo CRV, agora em seu nome. Assim, o comprador deverá repetir todo o passo a passo feito pelo vendedor.

A dupla transferência não existe como um serviço único, sendo assim, o valor é igual ao de uma transferência comum, porém, multiplicado por dois. No entanto, o correto a ser feito, é o vendedor regularizar a situação antes de vender o veículo.


Saiba mais sobre DOCUMENTAÇÃO


Quais os documentos necessários para transferência de moto?

Os documentos exigidos para a transferência de moto também podem mudar de um estado para o outro, já que são determinados pelo Detran de cada região. Porém, há uma série de documentos que costumam ser exigidos em todos os estados brasileiros, são eles:

  • Cópia e original da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou de outro documento de identificação com foto;
  • Cópia do comprovante de endereço dos últimos três meses em nome do comprador ou de parente de 1º grau;
  • Original do CRV do proprietário anterior, preenchido em nome do comprador (com firma reconhecida em cartório, tanto do vendedor quanto do comprador);
  • Comprovante de pagamento da taxa de emissão do novo CRV;
  • Comprovante de quitação de eventuais débitos, como IPVA, licenciamento e multas;
  • Laudo de vistoria constatando a aprovação do veículo.

O que é verificado na vistoria de moto para transferência?

A vistoria é um serviço essencial para a transferência de moto, pois atesta a qualidade das peças do veículo, além de passar mais segurança para o motorista, passageiro e comprador, que ficará ciente de que a motocicleta está regularizada.

Os itens vistoriados, no caso de moto são: freios, pisca alerta, setas, luz baixa, luz alta, condição dos pneus, lacre da placa e a numeração do chassi para a devida pesquisa no banco de dados sobre a condição do automotor.

Infografico sobre vistoria para transferencia de moto- DOK Despachante

Quanto custa vistoria de moto para transferência?

Em São Paulo, vistoria de moto para a transferência deve ser feita em uma Empresa de Vistoria Credenciada (EVC), no portal online do Detran SP é possível identificar qual empresa está mais próxima de você. Dessa forma, cada empresa determina o valor que deverá ser pago para a realização do serviço.

Regularize os débitos da sua moto com o DOK!

Está com algum débito da sua moto atrasado? Não se preocupe, temos a solução perfeita para você! Aqui no DOK Despachante, oferecemos a facilidade de parcelamento em até 12 vezes, utilizando até 6 cartões diferentes, para regularizar os débitos do seu veículo.

Tudo isso é feito de forma simples, sem complicações e sem precisar sair de casa. Estamos aqui para ajudar a resolver essa situação e tornar o processo o mais tranquilo possível. Conte conosco para colocar sua documentação e pagamentos em dia!

Conclusão

Realizar transferência de moto é um passo fundamental para garantir a legalidade da propriedade e a tranquilidade nas estradas. Ao seguir as etapas, desde o preenchimento dos formulários até o pagamento das taxas, você estará assegurando que a transição ocorra de forma correta.

Além disso, a possibilidade de contar com despachantes credenciados oferece um caminho mais simples para lidar com a burocracia. Lembre-se, o processo varia de acordo com o estado, mas manter-se informado e buscar ajuda quando necessário é essencial para tornar essa transição o mais tranquila possível.

TAGS: realizar transferencia de moto / dupla transferencia de moto quanto custa / transferencia de moto documentos necessarios / custo da transferencia de moto / transferencia de documento moto valor

Perguntas Frequentes sobre TRANSFERÊNCIA DE MOTO

O que é transferência de moto?

É o processo que deve ser feito quando uma motocicleta é comprada, assim, o órgão de trânsito responsável saberá quem é o atual proprietário do veículo. Esse processo é obrigatório, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro.

Vistoria de moto para transferência, o que é verificado?

Os itens vistoriados no caso de moto são: freios, pisca alerta, setas, luz baixa, luz alta, condição dos pneus, lacre da placa e a numeração do chassi para a devida pesquisa no banco de dados sobre a condição do automotor.



Posts relacionados