Quanto custa transferência de moto no despachante?

Por: Nayara Palmieri

Publicado em 02 de junho de 2021 | Atualizado em 02 de junho de 2021

quanto custa transferencia de moto no despachante Dok Despachante blog

O sonho de muitos brasileiros é poder ter seu veículo próprio e muitos acabam optando por um veículo usado, já que o valor é mais em conta. A motocicleta, além do valor mais barato, também traz mais praticidade no dia a dia, mas ao comprar um veículo usado é necessário estar atento à transferência de propriedade e você sabe quanto custa transferência de moto no despachante?

Não transferir o veículo após 30 dias desde a aquisição é uma infração de natureza média, com multa no valor de R$ 130,16 e 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) além da medida administrativa de remoção do veículo até a situação ser regularizada, de acordo com o Art. 233 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Neste artigo iremos abordar todos os aspectos essenciais para a transferência de motocicleta, os documentos necessários para a realização deste serviço e mais. Continue a leitura até o final para não deixar passar nenhuma informação importante.

quanto custa transferencia de moto no despachante Dok Despachante infografico

Como fazer transferência de moto online

Como falado acima, a transferência de veículo é obrigatória sempre que há mudança de propriedade ou de localidade e aqui no DOK Despachante é possível fazer todo o processo de transferência de forma online, com praticidade e sem precisar sair de casa.

Para fazer a transferência com a gente, é preciso preencher nosso formulário de consulta, acessível clicando aqui, com a placa ou número de Renavam do veículo e um e-mail ativo. Em seguida escolha o tipo de veículo que deseja transferência e então terá acesso ao orçamento e opções de pagamento.

Também é possível escolher o local em que será feita a vistoria de transferência e entrega dos documentos.

Foto de um rapaz segurando um documento DOK Despachante

Consulte grátis

Regularize seu documento
em até 12x

Mas você deve estar se perguntando “quanto custa transferência de moto no despachante?”, não é mesmo? Aqui no DOK, o valor é o mesmo estipulado pelo Detran SP mais R$ 148,00 para moradores de Sorocaba e de R$ 288,00 para proprietários de veículos de outras localidades, que é a taxa do nosso serviço. A melhor parte é que a transferência pode ser parcelada em até 12 vezes, usando até 6 diferentes cartões de crédito!

Valor de transferência de moto

O valor da transferência de veículo, independente da categoria deste, é determinada pelos Departamentos de Trânsito (Detrans) de cada estado, por isso o valor pode mudar de estado para estado. Também é comum que o valor sofra alterações de um ano para o outro.

Antes de realizar a transferência, é recomendado que o comprador verifique o valor estipulado pelo Detran do estado de registro do veículo. Vale lembrar que o pagamento da taxa de transferência fica por conta de quem está comprando o veículo.

Para saber o valor que deve ser pago é preciso saber se o veículo está com o licenciamento do ano vigente renovado ou não. Em São Paulo, por exemplo, em 2021 o valor para veículos não licenciados é de R$ 322,90, já para os veículos licenciados esse valor fica R$ 223,99.

Qual o valor de dupla transferência de moto?

A dupla transferência pode causar uma dor de cabeça enorme para quem adquire um veículo que necessite deste serviço, isso porque a dupla transferência acontece quando algum proprietário antigo deixou de passar o automóvel para seu nome e vendeu o veículo para outra pessoa.

Como podemos ver no Art. 123 do CTB, ao fazer a venda de um veículo o vendedor tem um prazo de 30 dias para pedir a emissão de um novo Certificado de Registro do Veículo (CRV), é através desse pedido que é feito a comunicação de venda ao Detran, assim o órgão sabe que a partir daquele momento o veículo pertence a outra pessoa e as infrações cometidas serão de responsabilidade do novo proprietário.

Para regularizar essa situação, o vendedor deve solicitar a emissão de um CRV em seu nome, junto ao Detran, quando um novo CRV é solicitado a motocicleta deve passar por uma vistoria, que pode ser feita pelo próprio Detran ou por uma empresa credenciada.

Após o atual dono regularizar a documentação, é a vez do comprador fazer a transferência para seu nome, preenchendo corretamente a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV) e levando esse documento em um cartório para reconhecer firma.

Depois desse processo concluído, o comprador, com o Certificado de Registro do Veículo (CRV), deverá solicitar a expedição do novo CRV, agora em seu nome. Assim, o comprador deverá repetir todo o passo a passo feito pelo vendedor.

A dupla transferência não existe como um serviço único, sendo assim, o valor é o mesmo que o de uma transferência comum, porém multiplicado por dois. No entanto, o correto a ser feito, é o vendedor regularizar a situação antes de vender o veículo.

Quais os documentos necessários para transferência de moto?

Os documentos exigidos para a transferência de moto podem mudar de um estado para o outro, já que são determinados pelo Detran de cada estado, porém há uma série de documentos que costumam ser exigidos em todos os estados brasileiros, sendo eles:

  • Cópia e original da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou de outro documento de identificação com foto;
  • Cópia do comprovante de endereço dos últimos três meses em nome do comprador ou de parente de 1º grau;
  • Original do CRV do proprietário anterior, preenchido em nome do comprador (com firma reconhecida em cartório, tanto do vendedor quanto do comprador);
  • Comprovante de pagamento da taxa de emissão do novo CRV;
  • Comprovante de quitação de eventuais débitos, como IPVA, licenciamento e multas;
  • Laudo de vistoria constatando a aprovação do veículo.

O que é verificado na vistoria de moto para transferência?

A vistoria é um serviço essencial para a transferência de moto pois atesta a qualidade das peças do veículo, além de passar mais segurança para o condutor, passageiro e comprador, que ficará ciente de que a motocicleta está regularizada.

Os itens vistoriados no caso de moto são: freios, pisca alerta, setas, luz baixa, luz alta, condição dos pneus, lacre da placa e a numeração do chassi para a devida pesquisa no banco de dados sobre a condição do automotor.

Quanto custa vistoria de moto para transferência?

Em São Paulo, vistoria de moto para a transferência deve ser feita em uma Empresa de Vistoria Credenciada (EVC), no portal online do Detran SP é possível identificar qual empresa está mais próxima de você.

Cada empresa determina o valor que deverá ser pago para a realização do serviço.

Procurando mais conteúdo sobre motos?

Agora que você já sabe quanto custa transferência de moto no despachante, que tal conferir outros artigos relacionados a motocicletas? Clique nos links abaixo e confira!

TAGS: realizar transferencia de moto / dupla transferencia de moto quanto custa / transferencia de moto documentos necessarios / custo da transferencia de moto / transferencia de documento moto valor



Perguntas Frequentes

O que é transferência de moto?
É o processo que deve ser feito quando uma motocicleta é comprada, assim o órgão de trânsito responsável saberá quem é o atual proprietário do veículo. Esse processo é obrigatório, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro.
O que é preciso para transferência de moto?
É preciso fazer a comunicação de venda ao Detran, preencher corretamente a ATPV ou CRV, pagar a taxa de transferência e passar por vistoria veicular de transferência.
Vistoria de moto para transferência, o que é verificado?
Os itens vistoriados no caso de moto são: freios, pisca alerta, setas, luz baixa, luz alta, condição dos pneus, lacre da placa e a numeração do chassi para a devida pesquisa no banco de dados sobre a condição do automotor.
Posts relacionados