Alarme para moto: marcas, modelos e dicas

Por: Gregory Packs

Publicado em 21 de março de 2024 | Atualizado em 02 de maio de 2024

Capa Artigo Alarme para moto marcas, modelos e dicas | DOK

Salve, Motociclista! Você sabia que investir em um alarme para moto é essencial para proteger seu veículo contra furtos e roubos?

Portanto, escolher o modelo ideal em meio a diversas opções no mercado e instalá-lo corretamente garante maior segurança e tranquilidade no dia a dia e em viagens.

E este artigo tem o objetivo de orientar você, Motociclista, sobre como proteger a sua moto.  Aqui, você vai encontrar informações sobre os tipos de alarmes disponíveis, funcionalidades e recomendações de uso. Boa leitura!

Como funcionam os alarmes para moto?

Os alarmes funcionam por meio de sensores eletrônicos instalados em locais estratégicos da moto, como  guidão, rodas e compartimento de carga.  

Mantenha seu veículo em dia!

Esses itens captam vibrações e movimentos suspeitos e enviam sinais para a unidade central do alarme.

Dessa forma, quando a unidade central identifica uma tentativa de furto, o acessório dispara sirenes e alertas luminosos para dispersar o criminoso.  

Por que investir em alarme para moto?

Infelizmente, o furto de motos é uma realidade preocupante no Brasil. Esse tipo de crime gera transtornos e prejuízos financeiros para os proprietários. 

Assim, investir em um alarme dificulta a ação de criminosos e garante a segurança do seu veículo.

Além de ser um investimento que traz tranquilidade, os alarmes podem reduzir o valor do seguro da moto. Abaixo, reunimos os principais benefícios de equipar sua moto com um alarme:

  • Inibe a ação de criminosos: o alarme dispara alertas sonoros e luminosos, o que pode inibir a ação de um ladrão;
  • Ajuda na localização: alguns alarmes possuem rastreadores integrados, facilitando a recuperação do veículo em caso de furto;
  • Alerta para tentativas de violação: o alarme dispara se a moto é movimentada sem a chave ou se partes dela são violadas.

Qual o melhor alarme para moto?

Até o momento, não existe um único alarme considerado o melhor para a sua motocicleta. Sendo assim, para escolher a opção ideal, você deve:

  • Avaliar as características da sua moto: alguns alarmes possuem funcionalidades específicas para determinados modelos;
  • Considerar o orçamento disponível: há alarmes com preços variados, que mudam de acordo com as tecnologias implementadas;
  • Levar em conta suas necessidades: defina se precisa de funções como sensor de presença, partida remota ou rastreador.

Quais são os principais tipos de alarme para moto?

Há diversos tipos de alarmes para motocicletas disponíveis no mercado, com funcionalidades variadas que se adequam a diferentes necessidades e orçamentos. Veja a seguir alguns dos principais tipos:

Básicos

  • Alarmes sonoros com sensores de movimento: disparam sirenes e alertas luminosos ao identificarem movimentação suspeita na moto, como tentativas de empurrá-la, impactos ou violação do compartimento de carga;
  • Alarmes com bloqueio de partida: imobilizam a moto, impedindo que o motor seja ligado.  Isso funciona em conjunto com o alarme sonoro para evitar o furto.

Avançados

Além dos tipos básicos citados, há também alarmes no mercado com funções avançadas que agregam ainda mais valor para o motociclista. Veja só:

  • Sensor de presença: proporciona um monitoramento mais preciso ao disparar o alarme se a moto é movimentada sem a presença da chave;
  • Partida remota: permite ligar a moto a distância por meio do controle do alarme;
  • Rastreador GPS: possibilita a localização da moto em tempo real por meio de aplicativo ou plataforma online, sendo uma ferramenta importante para a recuperação do veículo em caso de furto.

Saiba mais sobre veículos

Ei, Motorista! Se você chegou até aqui, achamos que também vai precisar saber disso. Confira:  


Quais são as marcas para alarme de moto mais indicadas?

A escolha da marca de alarme para sua moto é uma decisão importante.  Segundo especialistas, algumas marcas se destacam no mercado por oferecerem produtos confiáveis, com tecnologia avançada e bom custo-benefício. Confira:

  • Positron: reconhecida como líder no mercado de segurança automotiva, oferece diversas linhas de alarmes para motos com recursos como bloqueio de partida, sensor de movimento, função presença e até rastreador GPS;
  • Stetsom: também apresenta ótima reputação, destacando-se pela durabilidade de seus produtos e pelos preços competitivos;
  • Sistec: conhecida por desenvolver alarmes de fácil instalação e manuseio, com boa relação custo-benefício.

Alarme da moto disparando sozinho: o que fazer?

Muitas vezes, é frustrante quando o alarme da sua moto dispara sem motivo aparente.  Felizmente, existem algumas ações que você pode tomar para identificar a causa do problema e evitar futuros problemas:

  • Verifique o controle remoto: a bateria fraca do controle é uma causa comum de disparos falsos. Então, tente substituí-la por uma nova e veja se o problema persiste;
  • Analise possíveis interferências: em alguns casos, o alarme dispara devido à interferência eletromagnética de outros dispositivos, como celulares e suporte de celular de outras motos. Nesse caso, afaste o controle do alarme de outros aparelhos eletrônicos e observe se o disparo se repete;
  • Confira a instalação: fios soltos, mau contato ou componentes defeituosos na central do alarme também podem causar disparos involuntários. Se você não se sentir confortável em verificar a instalação elétrica da moto, consulte um mecânico eletricista de confiança.

Caso você siga as dicas acima e o alarme continue disparando sozinho, o ideal é levar a moto a um eletricista especializado em alarmes. Ele poderá diagnosticar a falha e efetuar o reparo necessário.

Lembre-se também de evitar deixar a moto estacionada em locais com temperaturas extremas, pois isso pode afetar o sensor do alarme. Mantenha o item sempre atualizado com a versão de software mais recente, se o modelo permitir.

Infográfico sobre alarme da moto disparando sozinha: o que fazer? | DOK
Infográfico elaborado por Bruna Florentino | DOK

Mantenha sua motocicleta em dia

Além de investir em um alarme para evitar problemas futuros, fazer a consulta de débitos veiculares e pagar todas as pendências em dia também é uma forma de prevenir dores de cabeça.

Para isso, você pode acessar o site do DOK e fazer uma consulta de débitos 100% gratuita. Basta informar a placa da moto, inserir um e-mail válido e clicar em “Consultar grátis”.

Com esse procedimento, é possível verificar licenciamento, IPVA e possíveis multas em aberto que podem gerar a remoção e até mesmo apreensão do veículo. Caso identifique alguma pendência, aproveite também os serviços do DOK para parcelar todos os débitos em até 12 vezes no cartão de crédito.

Conclusão

Motociclista, como você pôde perceber, investir em um alarme para moto é uma medida essencial para proteger seu veículo contra furtos e roubos, além de trazer a tranquilidade de saber que sua moto está segura.

E lembre-se de que, além de instalar um alarme, é importante manter a sua moto em dia com a documentação e impostos veiculares.

Gostou do conteúdo? Conheça o nosso blog, temos muitos outros artigos para tirar todas as suas dúvidas! Também confira as nossas redes sociais, estamos no Instagram, Facebook, YouTube, TikTok e LinkedIn.  

Tags: alarme positron moto, anti furto para moto, bloqueador para moto, alarme de presença para moto


Perguntas frequentes sobre alarme para moto

Qual a melhor marca de alarme para moto?

Não há uma marca única “melhor”. Avalie marcas como Positron, leve em conta também a sua necessidade e orçamento disponível.

Como funciona um alarme de moto?

Os alarmes funcionam por meio de sensores eletrônicos na moto detectam movimento e disparam sirenes e alertas luminosos para espantar ladrões.

Qual o valor para instalar alarme na moto?

Os preços variam de acordo com o modelo do alarme e da moto. Portanto, consulte um profissional para obter um orçamento detalhado.



Posts relacionados