Saiba como funciona a cobertura de danos corporais no seguro auto

Por: Gregory Packs

Publicado em 04 de março de 2022 | Atualizado em 27 de novembro de 2023

danos corporais seguro auto DOK Despachante

Olá, Condutor! Você sabe o que são danos corporais no seguro de automóvel e como esse tipo de cobertura funciona?

Contratar o seguro ideal é extremamente importante para garantir a sua proteção e a de seu veículo. Dessa forma, já deve ter ouvido falar sobre a cobertura de danos corporais, mas você sabe qual a função dessa modalidade?

seguro dok

Em resumo, pode-se dizer que o seguro de danos corporais contra terceiros serve para indenizar as vítimas de um acidente de trânsito causado pelo proprietário do veículo segurado, desde que ele assuma a responsabilidade pelo ocorrido.

Portanto, se você deseja entender mais sobre o tema e quer saber como contratar a cobertura de danos corporais, acompanhe este artigo até o fim.

O que significa danos corporais no seguro auto?

De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), o dano corporal é caracterizado por lesões físicas causadas à vítima de um acidente em que o contratante é o responsável. No entanto, vale destacar que os danos estéticos estão excluídos da cobertura.

Em geral, pode-se dizer que a cobertura de danos corporais está ligada à Responsabilidade Civil Facultativa Veicular (RCF-V), que também integra danos materiais e morais. Nos casos citados, a vítima recebe uma indenização para arcar com os prejuízos relacionados ao acidente.

A RCF-V também é conhecida como cobertura contra terceiros, visto que a indenização será paga a outra pessoa que não seja o condutor, nem os passageiros do veículo segurado.

Desse modo, vale lembrar que a cobertura para as pessoas de dentro do automóvel é chamada de Seguro de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP), entenda mais sobre coberturas de seguro auto.

Danos materiais e corporais, qual a diferença?

Tendo em vista que os danos corporais e materiais fazem parte da cobertura RCF-V, muitos condutores acabam confundido a finalidade de cada modalidade. Confira como cada uma funciona:

  • Cobertura de danos materiais: nesse caso, a seguradora terá que arcar com os danos causados na propriedade material de outra pessoa. Porém, o contratante deverá assumir a culpa pelo acidente.
  • Cobertura de danos corporais: conforme mencionado, a cobertura de danos corporais arca com as despesas de um acidente em que o contratante tenha assumido a culpa. Nessa situação, a seguradora pagará uma indenização para que a vítima possa cobrir as despesas hospitalares, por exemplo.

O que é cobertura de terceiros?

A cobertura de terceiros, também conhecida como RCF-V, é responsável custear os danos gerados aos envolvidos em um acidente causado pelo segurado, excluindo o próprio condutor e os passageiros do veículo.

Em geral, pode-se dizer que a cobertura de terceiros inclui acidentes de trânsito como atropelamentos e batidas. Desse modo, se o contratante for o causador de um acidente que gere algum dano ou perda àquele que estiver fora do veículo, não precisará tirar dinheiro do próprio bolso para pagar as despesas.

Como funciona cobertura de seguro para terceiros?

Geralmente, a cobertura para terceiros não faz parte do pacote básico do seguro auto. Portanto, trata-se de uma modalidade adicional, ou seja, precisa ser contratada separadamente.

Ao contratar a cobertura contra terceiros, as seguradoras oferecem um Limite Máximo de Indenização (LMI) no valor inicial de R$ 50 mil. Porém, os sinistros envolvendo danos corporais costumam apresentar grandes prejuízos. Por isso, é aconselhável escolher um LMI a partir de R$ 100 mil.

No entanto, os valores podem diferir de acordo com cada empresa. Dessa forma, é recomendável fazer uma cotação com uma corretora de seguro auto. Assim, você saberá exatamente qual o preço da modalidade desejada.

Cobertura de terceiros paga franquia?

Segundo a Federação de Seguros Gerais (Fenseg), não é preciso pagar a franquia em caso de acidente que ocasione danos corporais a terceiros, visto que o valor serve apenas para custear os reparos do automóvel segurado, não para indenizar as vítimas do ocorrido.

Por que contratar cobertura de danos corporais?

Contratar a cobertura de danos corporais pode evitar uma série problemas ao se envolver em um acidente que cause lesões às pessoas que estiverem fora de seu veículo. Caso você seja responsável pelo ocorrido, terá que pagar indenização à vítima se o valor exceder o teto do seguro DPVAT (R$ 13,5 mil).

Por isso, a cobertura de danos corporais no seguro auto irá arcar com os custos excedentes. Assim, você não precisará tirar dinheiro do seu bolso para pagar as despesas da vítima, como gastos médicos e hospitalares.

Em caso de morte, o valor será pago aos herdeiros legais ou familiares da vítima. No entanto, vale destacar que a indenização só será paga pela seguradora se o motorista responsável pelo acidente não tiver infringido as leis de trânsito, como dirigir bêbado ou disputar rachas.

danos corporais no seguro automotivo DOK Despachante

Saiba mais sobre seguro auto

Caso você tenha outras dúvidas sobre seguro para automóveis, nós publicamos outros artigos que podem te ajudar. Confira:


Cobertura de danos corporais: como acionar a seguradora?

Para acionar o seguro após ter se envolvido em acidente com danos corporais, você precisará procurar o número de sinistro da seguradora. Em seguida, será necessário informar esse contato à vítima (terceiro) ou a algum representante legal.

Sendo assim, a vítima terá que entrar em contato com a seguradora para informar os detalhes sobre o ocorrido. No entanto, essa pessoa ou algum representante legal também deverá acionar o DPVAT.

Em alguns casos, a seguradora também irá solicitar os seguintes documentos:

  • Boletim de ocorrência da Polícia Civil;
  • Cópia do Certificado de Registro de Veículo (CRV).

O que a cobertura de danos corporais cobre?

A princípio, pode-se dizer que a cobertura de danos corporais ressarce a vítima de um acidente de trânsito causado pelo contratante. Nesse caso, a seguradora irá indenizá-la com base nos gastos médicos e hospitalares. Em alguns casos, essa modalidade também assume os custos judiciais.

infográfico cobertura de danos corporais DOK Despachante

O que a cobertura de danos corporais não cobre?

Após ler o que o seguro auto de danos corporais cobre, você também deve estar querendo saber o que essa modalidade não inclui. Conforme mencionado, a cobertura abrange apenas lesões físicas causadas a terceiros ou casos de morte.

Desse modo, os prejuízos morais, estéticos ou psicológicos causados à vítima não estão cobertos. Vale lembrar que essa modalidade também não inclui os danos gerados aos passageiros do automóvel segurado.

Cobertura de danos corporais e seguro DPVAT

Ao chegar até aqui, você deve estar se perguntando: “Mas por que devo contratar a cobertura de danos corporais se existe o seguro DPVAT?”. Essa questão é bastante polêmica ao falar sobre a modalidade, visto que muitos não sabem o quão importante essa opção pode ser.

Ao longo do texto, foi citado que o valor máximo pago pelo seguro DPVAT é R$ 13,5 mil. Entretanto, você sabe o que fazer se a indenização exceder esse teto? Caso isso aconteça, será preciso tirar dinheiro do seu bolso para pagar as despesas da vítima de um acidente de sua responsabilidade.

Além disso, é comum que as despesas ultrapassem o valor pago pelo DPVAT, visto que os R$ 13,5 mil são apenas para casos de invalidez permanente ou morte. Caso existam somente despesas médico-hospitalares, a vítima será indenizada em apenas R$ 2,7 mil.

Portanto, contratar a cobertura de danos corporais contra terceiros pode ser um grande alívio na hora de pagar indenização à vítima, pois a seguradora ficará responsável por custear todas as despesas.

Cobertura para passageiros no seguro auto

Como você pode notar, a cobertura de danos corporais e a cobertura para passageiros são modalidades diferentes no seguro. Enquanto a primeira arca com os prejuízos físicos causados a terceiros, a segunda ressarce os danos referentes aos passageiros do automóvel segurado.

A princípio, a cobertura de Acidentes Pessoais de Passageiros (APP) arca com indenizações por morte e invalidez, além de custear as despesas médicas e hospitalares daqueles que estiverem no veículo segurado durante o acidente.

Assim como cobertura de danos corporais, a APP também tem valor previamente limitado. Em certos casos, as seguradoras também definem o número de passageiros que podem ser indenizados. Por isso, é importante pesquisar qual empresa oferece o serviço desejado.

Cotar seguro auto online

Se você chegou até aqui, já deve saber a importância de adicionar a cobertura de danos corporais na hora de contratar seu seguro auto. Sendo assim, é recomendável fazer uma cotação para escolher a proteção ideal para seu veículo.

Atualmente, é possível fazer a cotação em corretoras online. Com isso, as melhores seguradoras serão mostradas na tela de seu computador ou smartphone. Dentre as alternativas, você poderá escolher qual empresa oferece as melhores coberturas e os melhores preços.

Além de garantir uma boa opção de seguro auto, também é importante manter os débitos veiculares em dia para evitar possíveis transtornos. Dessa forma, o DOK Despachante te ajuda a regularizar as taxas em até 12 vezes, utilizando seis cartões de crédito diferentes.

TAGS: dano corporal conceito/ danos corporais seguro auto significado/ como calcular danos corporais/ danos corporais no seguro de automóvel



Perguntas Frequentes

O que é dano corporal no seguro de carro?
No seguro auto, o dano corporal diz respeito às lesões físicas causadas em um acidente de responsabilidade do proprietário do veículo segurado. Portanto, ao contratar a cobertura de danos corporais, a seguradora ficará responsável por custear as despesas médicas e hospitalares da vítima.
O que significa RCF-V danos corporais?
A Responsabilidade Civil Facultativa Veicular (RCF-V) é uma modalidade que cobre os danos causados a terceiros, incluindo danos corporais, materiais e morais.
Como funciona danos a terceiros no seguro auto?
A cobertura de danos a terceiros, também chamada de Responsabilidade Civil Facultativa Veicular (RCF-V), garante proteção em acidentes que causem danos a terceiros. Em geral, a modalidade cobre danos materiais, corporais e morais causados à vítima.
O que cobre danos corporais no seguro auto?
A cobertura de danos corporais cobre mote, despesas medico-hospitalares e custos judiciais quando o proprietário do veículo segurado for responsável por um acidente que cause danos a terceiros.
Posts relacionados