Trocar as pastilhas de freio: aprenda a identificar a hora certa

Por: Gregory Packs

Publicado em 03 de agosto de 2017 | Atualizado em 13 de janeiro de 2021

Trocar as pastilhas de freio: aprenda a identificar a hora certa

De modo geral, as montadoras recomendam que as revisões dos sistemas de freio, que devem incluir a verificação das pastilhas, sejam feitas a cada 5 mil ou 10 mil quilômetros rodados, de acordo com a forma como o veículo é utilizado. Pastilhas é um dos principais componentes de um sistema de freio a disco

Contudo, como o acionamento dos freios dianteiros e traseiros varia bastante de condutor para condutor e também entre as várias formas de utilização possíveis, é interessante conhecer os sinais que o veículo apresenta quando está na hora de trocar e os tipos de  pastilhas de freios, como a perda de eficiência, o que pode ocorrer entre os períodos das revisões periódicas.

pastilhas de freio freio de carro

Veja no post de hoje quais são esses sinais:

Os sistemas de freio

Dois sistemas de freio equipam os veículos: o sistema a tambor e o sistema a disco. No primeiro, um conjunto de lonas gera atrito na superfície interna do tambor e na pinça de freio, provocando a frenagem. No segundo, as pastilhas são pressionadas sobre a superfície do disco, o que freia o veículo.

Qualquer tipo de automóvel — carro, moto, caminhão, ônibus etc. — pode receber os dois tipos. Contudo, como os freios a disco são mais eficientes, atualmente eles estão presentes em todos os sistemas de frenagem dos veículos novos, ainda que seja apenas na roda dianteira, no caso de grande parte das motos que são produzidas hoje, ou pelo menos nas duas rodas dianteiras dos demais veículos que saem das linhas de montagem.

O desgaste das pastilhas

Durante a frenagem ou ao reduzir as velocidade o sistema de freios é acionado as pastilhas vão sofrer o atrito do disco. Como o disco é de metal, ele é mais resistente que o material das pastilhas, o que fará com que elas sofram desgaste a cada frenagem. A hora exata da troca é quando as pastilhas atingem a espessura mínima de 2mm.

Mas, como nem sempre é possível fazer a medida, como podemos identificar a hora da troca?

A hora certa de fazer a troca

Como já foi dito, os fabricantes recomendam trocas de pastilhas de freio a partir de 5 mil quilômetros de uso do veículo, ou seja, a vida útil dela é desse período, mas elas podem durar mais do que isso se forem menos exigidas. Porém, por mais que você dirija sem forçar tanto os freios, a troca nunca deve passar dos 30 mil quilômetros. De modo geral, bem antes disso é possível que você comece a perceber alguns sinais.

 

Em alguns modelos de veículos mais sofisticados há um indicador visual de que a troca é necessária. Porém, como esse recurso não está disponível em todos os modelos que são fabricados, podemos recorrer a outros sinais bastante evidentes — a começar pelo ruído que o freio faz.

Como as pastilhas são montadas sobre um suporte metálico, no momento em que elas chegam à espessura mínima uma parte do suporte começa a encostar no disco, provocando o típico ruído de atrito de metal com metal. Quando isso acontece, é sinal de que a situação já está bastante próxima do extremo, se ainda não chegou lá.

Se você fizer a troca de imediato não haverá tanto problema e o atrito do suporte com o disco não chegará a provocar qualquer dano mais grave. Contudo, se você insistir em usar os freios com a pastilha gasta, pode haver um estrago considerável no disco, que ficará sulcado.

Na melhor das hipóteses, se o sulco não for muito profundo, ele não prejudicará o desempenho do freio ou, se prejudicar, pode até ser feita em uma retífica. No pior caso, o disco de freio tem que ser substituído por um novo.

Outro indicativo que pode ser notado é o tal de “pedal fraco”, ou seja, quando percebe-se que o pedal do freio não apresenta a mesma firmeza de costume. Ainda, de forma mais evidente, você perceberá que o veículo já não freia tão bem e passou a exigir maior espaço para parar, o que já é uma situação de sério risco. Portanto, tenha sempre atenção para a necessidade de troca e evite problemas.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre a troca das pastilhas de freios, deixe aqui o seu comentário! Conheça o DOK Despachante os preços e condições de pagamento para todos os seus débitos veiculares, consulte!



Posts relacionados
ciclomotor Dok Despachante capa
Tudo sobre ciclomotor

Existe um debate entre os apaixonados pelos veículos de duas rodas sobre ciclomotor ser ou não considerado motocicleta. A verdade […]

Leia mais…