Comprar carro na quarentena vale a pena?

Por: Kelly Maiara

Publicado em 15 de junho de 2020 | Atualizado em 25 de junho de 2020

carro na quarentena

A pandemia do coronavírus afetou todos os setores da economia, em maior ou menor grau. Mas como ficam aqueles que estavam se planejando para comprar um veículo em 2020? Para essas pessoas a pergunta que fica é: devo postergar a compra do meu carro? Vale a pena comprar um carro na pandemia? São esses questionamento que vamos responder agora. 

É possível comprar um carro na pandemia?

Sim, é possível. Para quem esperou por esse momento para comprar um novo carro, se preparou financeiramente, fez o planejmamento da nova aquisiçao e a pandemia atrasou o sonho, saiba que ele ainda pode ser realizado tomando todos os cuidados possíveis.

Muitas concessionárias de adequaram ao novo momento e inovaram com as soluções de compra com o menor contato presencial possível. Para conhecer o interior do veículo muitas agências estão recorrendo a videoconferências, ou a materiais em texto e vídeo mostrando detalhes do veículo. Parte do novo modelo de vendas que algumas lojas vem adotando é o delivery, nesse caso, o cliente recebe o veículo e toda a documentação em casa e a venda é feita totalmente online

Quais os riscos de comprar um carro na quarentena?

Risco nenhum, até porque as vendas de veículos seminovos com menos de 2 anos de vida subiram no último trimestre, ou seja, as pessoas continuam comprando veículos e a busca não diminuiu. Existiu sim uma retração de vendas neste período, mas essa queda aconteceu com carros zero km e usados acima de 2 anos, isso é o que mostra a pesquisa no Brasil da KBB (Kelley Blue Book), empresa responsável por fazer pesquisas de mercado no setor veicular.

No entanto, o receio de muitas pessoas são as complicações que podem surgir ao adquirir um novo veículo, já que cartórios e Detrans estão fechados. A boa notícia é que a transferência de veículos continua acontecendo e é necessário que seja regularizado. Através do site do DOK Despachante é possível realizar o pagamento de transferência normalmente, com a ressalva de que a emissão só acontecerá quando o Detran retornar às atividades.

Já sobre o emplacamento, o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) permitiu que veículos comprados a partir do dia 19 de março transitem sem placa durante a quarentena – desde que a regularização seja feita quando o departamento de trânsito reabrir. 

Agora, para a regularização do licenciamento de veículo ou outros débitos, você pode recorrer ao DOK, despachante online que está no mercado há mais de 6 anos. O DOK disponibiliza uma plataforma interativa completa para que todos os débitos do seu veículo sejam quitados sem dores de cabeça e tudo parcelado em até 12 vezes.

É sábio comprar um veículo agora?

Entendemos que sonhos são extremamente pessoais e que se você se planejou para este momento e agora está incerto sobre o que fazer, sugerimos calma e reflexão sobre os próximos passos. É importante pensar: se o veículo for pago à vista quais consequências o valor investido causaria na minha atual situação financeira? Se for parcelado, é relevante pensar se suas fontes de renda estão totalmente estáveis para entrar em um financiamento agora. Essas ponderações devem ser feitas antes de assinar um contrato. 

IPVA atrasado? Parcele em até 12 vezes com 6 cartões diferentes.

Outro ponto a se pensar é que por conta da pandemia e o mercado em baixa, as lojas e concessionárias acabam disponibilizando mais promoções e consequentemente preços mais baixo.

Já após o período da pandemia, com a reabertura do mercado, a tendência é que o setor econômico reaqueça e os preços oferecidos retomem ao habitual. Portanto, a ideia de fazer uma compra agora é mais econômica – isso claro, se o dinheiro já estiver em mãos e ele realmente não for fazer falta para os próximos meses. 

Saiba mais sobre documentos e débitos veiculares no site do DOK Despachante


Posts relacionados
renach
O que é Renach?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é Renach e qual a sua relação com os principais órgãos de trânsito […]

Leia mais…