Entenda o preço do seguro de carros de acordo com a FIPE 2021

Por: Gregory Packs

Publicado em 06 de agosto de 2021 | Atualizado em 14 de fevereiro de 2024

preço do seguro de carros Dok Despachante capa blog

Quando um proprietário de um automóvel começa a pesquisar sobre seguro automotivo é comum se espantar com a variação preço do seguro de carros, além de ficar confuso por não entender o motivo dessas variações.

O fato é que existem diversos fatores que influenciam no valor final cobrado por uma seguradora, dentre esses fatores estão o modelo e o ano do veículo; o perfil do motorista;, por onde o veículo circula, entre outros. Há também a influência da tabela FIPE, e é justamente sobre isso que iremos tratar no texto de hoje.

seguro dok

É fato que o seguro é fundamental para a proteção do bem, também já sabemos que é possível personalizar a cobertura do seguro para atender melhor cada situação. Aqui no blog também já falamos sobre a tabela FIPE, mas não como ela influencia na hora de contratar um seguro. Continue a leitura até o final para entender tudo sobre esse processo!

preço do seguro de carros Dok Despachante infografico

Como é calculado o preço seguro de carros

O seguro tem como função proteger um bem e indenizar o proprietário caso algum acidente ocorra com esse bem. No caso dos automóveis, os acidentes são chamados de “sinistros”, que podem ser furto ou roubo, batida de trânsito, dano por causas naturais como alagamentos, entre outros.

Para calcular o preço do seguro de carros, a seguradora primeiro identifica o grau de “sinistralidade” do veículo através de um questionário que avalia fatores de risco e analisa o grau de possibilidade que o veículo tem de ser roubado ou sofrer qualquer tipo de acidente.

Além do risco de sinistro, o perfil do condutor e o modelo do veículo também são levados em conta pela seguradora. No tópico abaixo é possível conferir mais fatores que influenciam no valor. Confira!

Fatores que alteram o valor do seguro

Como citado no tópico acima, são considerados vários fatores para as seguradoras estipularem um valor para o seguro. Esses fatores são:

  • Modelo do veículo: um dos primeiros aspectos considerados para o cálculo de um seguro é o tipo de carro que será protegido. As seguradoras checam o índice de roubo daquele modelo;
  • Residência: quando a região em que o segurado reside é considerada de alto risco para roubos e acidentes, o preço do seguro de carro aumenta;
  • Por onde o veículo circula: funciona da mesma forma que o local de residência. Se o veículo circula por áreas consideradas de risco, o valor do seguro sobe;
  • Estacionamento: um veículo que permanece em estacionamento fechado tem seguro mais barato do que aquele que é estacionado na rua;
  • Perfil do motorista: quanto mais velho, e quanto maior o tempo de habilitação do motorista, menor pode ser o seu seguro;
  • Histórico de direção: se o interessado em contratar o seguro já tiver se envolvido em sinistros, a seguradora entende que ele é um condutor de risco, o que aumenta o preço do seguro;
  • Frequência de uso: quanto mais o veículo é usado, maior o custo do seu seguro na cotação seguro auto. Um carro utilizado para ir ao trabalho todos os dias têm proteção mais cara do que um veículo de passeio.

O tipo de franquia e cobertura também influenciam no preço do seguro, por isso é importante que interessado em contratar um seguro avalie bem todas as propostas.

Tabela FIPE e impacto no preço do seguro de carros

Tabela FIPE foi criada em 1973 para auxiliar a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP). Os valores estipulados pela FIPE são feitos na base da coleta de dados sobre veículos usados, seminovos e novos no âmbito nacional. A região do veículo, a cor e o modelo são fatores que ajudam na definição do valor.

Uma pesquisa realizada pela Smartia Seguros em parceria com a TEx mostra a variação dos preços do seguro de carros com base na Tabela FIPE. De acordo com o levantamento, na região Sudeste, os veículos com seguro mais barato em novembro de 2020 foram os com FIPE de R$ 30 mil a R$ 50 mil. O preço médio para contratar o seguro foi de R$ 2744,16.

Apenas a região Sul registrou seguro mais barato para carro com FIPE entre R$ 50 mil e R$ 80 mil, com valor de R$ 2.404,28. Nas cinco regiões do Brasil, o preço médio mais alto dos seguros em novembro foi registrado para veículos com FIPE maior do que R$ 150 mil.

preço do seguro de carros Dok Despachante imagem

Como escolher o melhor seguro

É indispensável que o interessado faça uma pesquisa sobre as seguradoras, colete o máximo de informações que conseguir e nunca deixe de verificar se a seguradora está credenciada na SUSEP – Superintendência de Seguros Privados. Essa pesquisa vale tanto para certificar que a seguradora é confiável como para uma comparação de preço.

Também é importante por em conta ao que o veículo costuma ficar exposto, qual a rotina, quais horários ele é usado? A quais riscos o auto está mais exposto?

Caso tenha muitas dúvidas, o aconselhável é contratar uma corretora de seguros, que poderá auxiliar na escolha da melhor cobertura para seu perfil. Vale lembrar que existem coberturas que podem ser contratadas como adicionais, além das mais básicas. 

Preço médio do seguro de carros mais vendidos

Em novembro de 2019 a Minuto Seguros fez um levantamento do preço do seguro de carros para a cidade de São Paulo, usando como base os carros mais vendidos daquele ano.

O Fiat Mobi Drive 1.0 e o Ford Ka S 1.0 têm o preço médio do seguro mais barato, enquanto o Chevrolet Tracker 1.0 e o Jeep Compass Limited 2.0 têm o valor mais alto.

Seguro para homens

CarroPreço médio do seguro
Chevrolet Onix Hatch 1.0R$ 1.717
Chevrolet Onix Sedan Plus LT 1.0R$ 2.409
Hyundai HB20 Sense 1.0R$ 1.807
Fiat Argo 1.0R$ 1.875
Volkswagen Gol 1.0R$ 2.021
Ford Ka S 1.0R$ 1.598
Jeep Renegade 1.8R$ 2.564
Chevrolet Tracker 1.0R$ 2.926
Jeep Compass Limited 2.0R$ 3.360 (mais caro)
Fiat Mobi Drive 1.0R$ 1.409 (mais barato)

Seguro para mulheres

CarroPreço médio do seguro
Chevrolet Onix Hatch 1.0R$ 1.383
Chevrolet Onix Sedan Plus LT 1.0R$ 1.373
Hyundai HB20 Sense 1.0R$ 1.446
Fiat Argo 1.0R$ 1.173 (mais barato)
Volkswagen Gol 1.0R$ 1.283
Ford Ka S 1.0R$ 1.361
Jeep Renegade 1.8R$ 2.002
Chevrolet Tracker 1.0R$ 2.037
Jeep Compass Limited 2.0R$ 3.318 (mais caro)
Fiat Mobi Drive 1.0R$ 1.378

Diferença entre seguro DPVAT e seguro particular

Enquanto o seguro particular só é contratado se o proprietário do veículo quiser, o seguro DPVAT é uma obrigação que todos os proprietários de veículos terrestres do Brasil deviam ter para poder circular de forma legal. O seguro DPVAT ainda existe, porém em 2021 a taxa cobrada por ele foi extinta.

O DPVAT tem como objetivo prestar assistência a familiares ou vítimas de trânsito. O seguro assiste tanto o motorista e passageiros quanto pedestres. Já o seguro veicular particular tem como objetivo apenas cobrir despesas relacionadas ao veículo. Ou seja, a proteção do seguro veicular é destinada exclusivamente aos danos relacionados ao carro, sejam eles causados por colisão, incêndio, roubo ou furto e mais.

Procurando mais informações sobre seguro?

Para saber mais sobre seguro veicular, leia outros artigos nossos sobre o assunto clicando nos links abaixo!

TAGS: preço do seguro de carros populares / valor seguro auto / seguro de veículos / tabela fipe / seguro para carros / preço do seguro obrigatório de carro



Posts relacionados