5 cuidados ao comprar um carro usado

5 cuidados ao comprar um carro usado

Um carro usado pode ser tão funcional quanto um carro zero. Na realidade, dependendo do motorista e da funcionalidade, o carro usado é mais indicado. Porém, é preciso que o indivíduo que adquiri um carro usado tenha esses 5 cuidados ao decidir.

1)  Estabelecendo um valor

Todas as compras precisam que um valor seja estabelecido pelo cidadão, isso porque se ele for à loja de carros ou à concessionária sem essa definição poderá adquirir veículos com valor acima do que pode. Por isso, é recomendado que, antes de adquirir um veículo usado, o indivíduo conheça quais são os valores que as outras concessionárias estão solicitando no modelo que ele almeja.

2) Motor

Quando examinam um veículo usado, os indivíduos não podem observar somente a parte externa: é essencial atentar para o motor. Se o motor estiver saudável, ele deverá ter um barulho constante. No entanto, se o motor emitir, enquanto funciona, barulhos diferentes, que param e são emitidos de novo, é sinal de que o motor foi reparado ou que ele necessitará disso e, se o indivíduo levar o automóvel assim, terá gastos.

3) Avaliando

Há defeitos que podem transformar a aquisição de um automóvel usado em um problema. Um exemplo é quando esse veículo está desalinhado. Além disso, ele pode ter arranhões e problemas nos pneus. Porém, o pior dano que o automóvel pode apresentar é ter estado envolvido em alagamentos.

Não é difícil notar se o automóvel foi alagado. A existência de manchas, por exemplo, evidenciam isso. O mesmo é dito da presença de ferrugens, especialmente nas lanternas. Mais um indicativo é o odor de mofo que acaba ficando nas portas e até nos bancos. Se o indivíduo visualizar, no teto do automóvel, manchas ou perceber mofo, ele saberá que houve alagamento naquele veículo.

4) O veículo que se está adquirindo é regular?

Há veículos que são comercializados mesmo estando irregulares e até sendo roubados. Por isso, o indivíduo que pretende adquirir um automóvel usado deve fazer essa investigação. É claro que questionar quem vende não é suficiente, já que essa pessoa não dirá se o veículo for, realmente, roubado.

Assim, o indicado é que o indivíduo guarde os dados da placa e, antes de acertar a aquisição, veja o aplicativo criado pela SINEP. Digitando a placa, esse indivíduo visualizará um aviso caso esse automóvel for roubado e, além de não realizar a compra, poderá denunciar.

5) Transferência não pode esperar

A recomendação é que o proprietário não aguarde para cuidar da transferência, mesmo com a quinzena de limite que se tem. Providenciar o trâmite de transferência logo significa que o veículo ficará regular e que o novo proprietário poderá usar o veículo sem nenhum risco.

IPVA atrasado

Apesar de o proprietário poder buscar o despachante, ele pode escolher ir a Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN). Importante dizer que o DETRAN necessita de alguns documentos e eles são especificados no endereço eletrônico.

Posts relacionados
prf
Tudo sobre o PRF Nada Consta

Quer vender seu carro e está atrás de toda a documentação necessária? Quando alguém compra ou vende um veículo usado […]

Leia mais…

Detran Nada Consta
Detran Nada Consta

Existem vários termos e serviços diferentes ligados ao trânsito e muitas vezes o motorista não sabe muito bem o que […]

Leia mais…