CNH B

Por: Redator

Publicado em 12 de dezembro de 2019 | Atualizado em 30 de outubro de 2020

CNH B

Fim de ano chegando e muitas pessoas desejam iniciar 2020 dirigindo um veículo, não é mesmo? Assim, é necessário entender a CNH B. Trata-se de uma categoria que permite ao motorista conduzir veículos motorizados.

Antes de mais nada, a realidade é que atualmente existem várias maneiras de se locomover e algumas são interessantes. Por exemplo: transporte público, aplicativos de transportes e também o tão conhecido táxi.

Para conseguir tirar a CNH B e evitar maiores problemas, é essencial conhecer a maneira correta de proceder. Sendo assim, chegou a hora e o momento de entender como tudo pode ser feito para ter condições de dirigir.

CNH B: O que é?

A Carteira Nacional de Habilitação é um documento obrigatório que permite dirigir veículos, caminhões, ônibus e motocicleta. Logo, é algo fundamental e que atualmente possibilita trabalhar dirigindo.

A princípio, a CNH B habilita o motorista a conseguir conduzir um veículo motorizado e não abrangido pela categoria A. Ao mesmo tempo, o peso brutal total não pode exceder a 3.500 kg e ter atenção nesse ponto é fundamental.

O veículo também não pode transportar mais do que oito pessoas e o motorista é excluído dessa conta. A grande vantagem é que dá para se locomover em todo o território nacional e não existirá maiores problemas.

Como tirar a CNH B?

Primeiramente, é necessário tirar a carteira de motorista e não é um processo que pode ser classificado como simples. O tempo médio para completar pode ser de até 12 meses e é fundamental preencher os seguintes requisitos:

  • Ter 18 anos completos;
  • Ter RG e CPF.

O segundo passo é ir até o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da sua cidade e fazer o cadastro biométrico.

O cadastro é realizado pelo candidato, porque será preciso registrar as suas impressões digitais para os documentos futuros. Terminando esse cadastro, o candidato é autorizado a fazer os exames médicos e os psicotécnicos.

Assim também, cada unidade do Detran ou Ciretran tem uma rede de clinicas autorizadas a fazer esse exame. A ideia do exame médico é atestar que o candidato esteja liberado para dirigir sob a ótica da saúde.

A visão, audição, eficiência motora e pressão arterial serão verificados, podendo ser autorizado a dirigir ou mesmo reprovado. Os médicos costumam ser altamente profissionais e avaliam com muito critério.

Desde já, para ser habilitado na CNH B é fundamental também fazer um exame psicotécnico para continuar o processo. O teste é bem simples, rápido e pode ser refeito, caso a própria pessoa não consiga proceder assim.

O próximo passo é referente a fazer o curso no CFC (Centro de Formação de Condutores), sendo o curso teórico. Serão 45 horas de aula e, em seguida, é preciso passar na prova e, caso seja reprovado, dá para fazer outros testes.

Por fim, chega-se a hora e o momento de fazer as aulas práticas e são 25 no total. Resumidamente, 21 são de dia e 4 a noite, sendo necessário fazer um teste para ser aprovado.

Demais categorias da CNH?

À primeira vista, existem outras categorias para a CNH e atualmente são apenas seis, indo de A à E. Vale destacar que apenas para a primeira habilitação é permitido apenas tirar nas categorias A e B.

Embora muitos saibam dessas informações e tenham acesso as informações, é necessário conhecer melhor o que cada categoria permite. Dessa forma, é a hora de obter todas as informações e a seguir confira do que se trata:

A– Motos

B– Veículos de passeio

C– Caminhões

D– Vans e ônibus, sempre com passageiros

E– Carretas

O processo para tirar as carteiras de habilitação das categorias C, D e E podem ser totalmente diferenciadas. Contudo, basta buscar uma autoescola e começar a fazer todo o processo, pois tudo depende muito desses pontos.

Adição de categorias na CNH

À princípio, dá para adicionar categorias a sua CNH e conseguir estar apto para dirigir mais de um veículo. Entretanto, não é muito complicado de entender. Abaixo confira as principais informações sobre esse ponto:

  • Conforme citado acima, a primeira CNH só deve ser retirada nas categorias, A, B ou AB;
  • A habilitação na categoria B pode ser modificada para as categorias C ou mesmo a D;
  • A categoria C, pode vir a ser mudada para as categorias D ou E;
  • A categoria D também pode ser modificada para a E;
  • A admissão nas categorias C, D ou E somente pode ser pedida após um ano de categoria anterior exigida. Nesse ínterim, para tirar a CNH na categoria C é primordial ter no mínimo um ano de habilitação na B.

Antecipadamente, dá para entender que ir além da CNH B não é complicado, bastando apenas seguir os passos corretos. Enfim, basta buscar uma autoescola e é possível conseguir resolver os problemas facilmente.

Como resolver problemas referentes a CNH B?

A habilitação tem validade de 5 anos e na própria CNH B é possível verificar a data do próprio vencimento. Da mesma forma, outros documentos também precisam ser verificados e é sempre importante optar pela renovação.

É comum que exista também a necessidade de parcelar dívidas veiculares e também alguns valores realmente importantes. Igualmente, as multas estão inclusas e podem gerar até mesmo apreensão do veículo, se a polícia flagrar.

Licenciar o veículo, caminhão, ônibus ou motocicleta é necessário e acontece em todos os anos. Sob o mesmo ponto de vista, é válido encontrar maneiras de proceder e existe um caminho muito interessante.

Trata-se de parcelar os débitos, inclusive dívida ativa. É referente ao DOK Despachante e esse é um serviço de despachante totalmente online, ou seja, você resolve tudo de casa.



Posts relacionados