Porque é mais caro fazer documentação na concessionária?

Porque é mais caro fazer documentação na concessionária?

Os veículos novos que são adquiridos precisam de algo específico: a sua documentação.  Um dos locais que os proprietários buscam para consegui-la é a concessionária, mas será que isso é indicado? Vale compreender por que é mais caro fazer a documentação na concessionária.

 

Todas as concessionárias preparam a documentação?

Pode ser considerado impossível encontrar uma concessionária que não realize a documentação dos automóveis que comercializa. Na realidade, pode-se apontar a porcentagem das concessionárias que podem ser contratadas como quase total.

Porque é mais caro fazer documentação na concessionária

A documentação é uma vantagem para a concessionária

Muitos pensam que a principal renda da concessionária é conseguida com os veículos que ela comercializa. No entanto, os veículos são um pretexto: são eles quem trazem a fonte real das finanças das concessionárias, que é a documentação.

O valor que chega às concessionárias é muito maior quando ela realiza a documentação daquele veículo do que seria somente quando ela o comercializa. Essa é a explicação para que as concessionárias ofereçam a documentação e para que algumas insistam tanto para que o proprietário do automóvel contrate-a para isso.

 

Preço para que a concessionária faça a documentação

É provável que sejam atestados valores diferentes para a documentação dependendo da concessionária. Isso porque, mesmo existindo um valor que o Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) pede, as concessionárias também incluem o que ficará para ela e é ai que existem variáveis.  É possível que o valor seja diferente para a documentação de um carro mais novo e para a de um veículo antigo.

 

Não pagando a concessionária

Os proprietários que não desejam pagar para que a concessionária realize a documentação podem, sim, optar por outros jeitos. Uma possibilidade é usar um despachante, como o Despachante Dok. Vale dizer que o proprietário que impede a concessionária de fazer a documentação e coloca essa tarefa parao despachante acaba reduzindo o custo em até R$ 500,00.

Importante ressaltar que não é apenas a economia que torna o uso do despachante mais recomendado quando se fala em documentação de automóveis: a orientação que os proprietários recebem com esse profissional também é interessante. Buscando o despachante, o proprietário de automóvel consegue perguntar o que precisar e ter garantia de que quem está esclarecendo é alguém que conhece documentações.

 

Usar o despachante online

Para que o proprietário de automóvel tenha mais uma razão para procurar o despachante, vale dizer que ele pode optar pelo despachante online. Assim, todos os serviços, como a documentação, são realizados de forma sossegada. Para que esse despachante seja usado, é pedido somente um cadastro. Quando o documento que o proprietário solicitou for preparado, o despachante enviará e eles acertarão como pagar.

 

Outras vantagens de usar o despachante

O proprietário de veículo, ao optar pelo despachante, pode contratar também outras coisas que o despachante, inclusive o Despachante Dok, oferecem. Um exemplo é o licenciamento. Vale dizer que, além de realizá-lo, o despachante também ajuda o proprietário a fazer consultas do RENAVAM.

Comentários

Gregory Packs
Gregory Packs

Um jovem de Sorocaba, interior de São Paulo, descobriu na prática o que é estratégia multicanal – e como ela pode revolucionar o negócio de sua família. Gregory Packs tinha 3 anos de experiência no ramo de Sistemas de Informação quando percebeu que o escritório despachante da mãe enfrentava problemas. A Dok Despachante havia sido criada no início de 2006 por Beth Pontes que começou sua carreira de Despachante há 20 anos, depois de uma longa carreira em escritórios da cidade. “Quatro ou cinco anos depois começamos a concluir que, nesse mercado de despachantes, numa cidade como Sorocaba, os grandes reinam e havia poucas chances para os pequenos, mesmo com experiência”, conta Gregory. Foi quando ele decidiu empregar o que havia aprendido com a experiência digital sozinho e na faculdade.

Related Posts