Imagem IPVA São Paulo

Seu IPVA pode aumentar
em até 4x e virar uma dívida ativa.

Código de Trânsito Brasileiro - CTB

As Multas de Trânsito Que Você Pode Não Conhecer

Imagem Principal Post
Imagem Autor

Por DOK Despachante
Redator DOK Despachante.
Publicado em 05/03/2017




Ao tirarmos a habilitação para dirigir, costumamos prestar bastante atenção ao capítulo sobre as multas e infrações de trânsito. Afinal, ninguém quer pagar valores altíssimos, e perder o tão sofrido (e caro) documento por excesso de pontos perdidos. Porém, há muitas coisas sobre infrações que nós motoristas ainda desconhecemos, o que pode gerar despesas inesperadas e bastante salgadas. Vejamos algumas delas:

Emplacamento de carro zero quilômetro: existe um prazo para que o comprador de um veículo zero quilômetro realize o emplacamento. Esse prazo é de 15 dias, dentro do qual não se pode trafegar livremente com o carro recém adquirido: o único trajeto permitido é entre a concessionária até o Detran mais próximo. Trafegar com carro novo mas sem placa é infração gravíssima, sujeita a multa e perda de pontos.

Condução de veículo por motorista com incapacidade física ou mental: o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) afirma que, em caso de incapacidade física ou mental temporária, o motorista fica proibido de dirigir. Portanto, braço ou perna engessados, tapa-olhos, colar cervical, e coisas do gênero impedem a direção. Porém, para os casos de incapacidade permanente, existem regulamentações específicas.

Anuncio Despachante DOK

Velocidade mínima: com placas nos avisando sobre velocidade máxima o tempo todo (e muitos radares também) nem nos damos conta de que existe velocidade mínima nas vias expressas. Essa velocidade é sempre a metade da velocidade máxima prevista para a via ou trecho de via. Assim, se a velocidade máxima permitida é 80 km/h, a velocidade mínima é 40 km/h. Trafegar abaixo da velocidade mínima é considerado infração média, sujeita a multa e perda de pontos.

Postura ao dirigir: o CTB exige que o motorista conduza o veículo com as duas mãos permanentemente ao volante (exceto nos casos de troca de marcha ou sinalização de conversão) e com vestimentas adequadas. Assim, dirigir com o braço para fora gera multa, bem como dirigir com calçado que não firmam no pé ou que comprometam a precisão dos movimentos nos pedais. Já dirigir sem camisa ou de bermudas não é proibido, mas não é aconselhável.

Películas ou insulfilm: existe todo um conjunto de regulamentações relativas à colocação de insufilm nos pára-brisas dos veículos, de modo que é sempre bom se certificar do que é permitido antes de instalar esse recurso no carro. É preciso haver transparência de 75% no vidro dianteiro e 28% no traseiro. Nos vidros laterais, esse índice pode ser de até 70%. Não obedecer a essas especificações gera multa, perda de pontos e retenção do veículo até a retirada da película.



Consultar